Sexo pode melhorar a permormance de atletas, diz estudo

Por Mariana Castro em 26/07/2016

Para um atleta, se preparar para um grande jogo ou evento esportivo requer muito treino e dedicação. Agora, um estudo feito pela empresa de brinquedos sexuais Adam & Eve revelou que fazer sexo regularmente também pode melhorar a performance de um atleta.

+ Olimpíadas do Rio distribuirá 450 mil camisinhas para os atletas

+ Conheça os esportes mais inusitados das Olimpíadas

A pesquisa foi feita com 21 atletas durante três semanas. Os cientistas monitoraram a frequência das relações sexuais e da masturbação dos participantes e a compararam com suas performances em velocidade, força e exercícios de agilidade.

O estudo sugere que o ganho em performance acontece devido aos hormônios liberados durante o orgasmo, que podem imitar as sensações e efeitos colaterais que muitos atletas buscam no uso de substâncias ilegais.

A noradrenalina, por exemplo, é um dos hormônio liberados no sexo que pode ser comparado à adrenalina. Ela aumenta a excitação, o fluxo sanguíneo e desperta o estado de alerta. Visto por esse lado, o sexo é uma droga capaz de melhorar o desempenho do atleta, sem causar problemas nos exames antidoping.

O estudo ainda constatou que o fator psicológico também deve ser levado em consideração para que o sexo seja considerado benéfico para os atletas.

“Se os atletas acham que a atividade sexual melhora a performance atlética, isso provavelmente acontecerá”, disse Mike Young, treinador olímpico e um dos cientistas envolvidos na pesquisa, em comunicado oficial.

Por isso, o oposto também é verdadeiro, cabendo ao atleta determinar se irá se abster ou procurar oportunidades para se satisfazer sexualmente antes de um evento esportivo.

Foto: Thinkstock