Homens evitam usar preservativo quando a mulher é muito atraente, diz pesquisa

Por Patricia Machado em 30/06/2016

A Organização Mundial da Saúde recomenda o uso de preservativo como sendo a forma mais eficaz e fácil de evitar o contágio de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). No entanto, uma pesquisa realizada pela Universidade de Southampton, no Reino Unido, revelou que os homens ignoram esse conselho quando têm a oportunidade de ter uma relação sexual com uma mulher muito atraente.

+ Empresa cria camisinha à prova de furos

+ A TV está arruinando as nossas vidas sexuais, defende estudiosos

O principal motivo para tal descuido está no fato de que eles acreditam que mulheres muito bonitas se cuidam mais e não são capazes de ter uma doença sexualmente transmissível. Por causa disso, os homens acreditam que vale a pena correr o risco.

“Os homens querem ter relações com mulheres que eles achem muito atraentes e eles acham que vale a pena correr o risco e evitar o uso de preservativo para conseguirem conquistar a mulher”, explicou Roger Ingham, um dos autores da pesquisa, ao The Washington Post.

Para chegar a essa conclusão, o estudo contou com a ajuda de 51 homens heterossexuais com idades entre 18 e 69 anos. Os pesquisadores selecionaram vinte fotos de mulheres e pediram para que os voluntários escolhessem com quais delas eles gostariam se ter sexo e explicassem se usariam preservativo. Depois, eles tiveram que determinar quais mulheres eram as mais bonitas do grupo e quais eles achavam que poderiam ter alguma doença sexual.

As respostas fizeram com que o time de cientistas descobrisse que os homens evitam usar preservativo quando a mulher é muito atraente.

Foto: Thinkstock