Saúde e Bem-Estar

Vinho branco pode aumentar o risco de câncer de pele

Vinho branco pode aumentar o risco de câncer de pele

O consumo de álcool já foi associado ao desenvolvimento de diversos tipos de câncer e um novo estudo acaba de adicionar mais uma forma desta doença para a lista. Pesquisadores da Universidade Brown, nos Estados Unidos, revelaram que, mesmo em pequenas quantidades, bebidas alcoólicas podem ser associadas a maiores índices de melanoma – a forma mais perigosa do câncer de pele.

+ Consumo de álcool pode desenvolver sete tipos de câncer, diz pesquisa

+ Câncer de pele: saiba como prevenir e fazer o autoexame

A pesquisa ainda foi além e descobriu que, comparado ao vinho tinto, cerveja ou licor, o vinho branco é o que mais causa impacto à saúde. A bebida aumenta em 13% o risco de melanoma pois contém, mais do que outras, um composto que danifica o DNA e impede sua reparação. “É uma substância cancerígena, o que explica a relação do álcool com câncer em diversas partes do corpo”, falou Eunyoung Cho, professora de dermatologia na universidade e uma das autoras do estudo, à CNN.

Eunyoung e seus colegas coletaram dados de estudos anteriores que envolviam mais de 210 mil participantes. Eles registraram seus hábitos de bebida, histórico de saúde e outras informações. Em um período de 18 anos de observação, 1.374 pessoas foram diagnosticadas com melanoma.

+ Abusar do álcool na adolescência afeta a memória, diz pesquisa

Os resultados também mostraram que os riscos aumentavam nas partes do corpo que não costumavam estar expostas ao sol. Pessoas que bebiam quase duas taças por dia, por exemplo, tinham apenas 2% a mais de chances de desenvolver câncer de pele nas regiões da cabeça, pescoço, braços e pernas. Em compensação, eles tinham uma chance 73% maior de ser diagnosticados com melanomas no tronco do que pessoas que não bebiam nada.

“Há uma hipótese de que melanomas em diferentes partes do corpo podem ter fatores de risco diferentes”, falou Cho. “De acordo com esse estudo, podemos assumir que este tipo de câncer é menos ligado à exposição ao sol e mais ligado a mecanismos biológicos do álcool que alteram o DNA”.

Foto: Getty Images

Mais em Saúde e Bem-Estar

Friends in the cafe

Álcool compromete o cérebro mesmo sem causar embriaguez, diz pesquisa

Mariana Castro20/04/2017
Girl looking in the mirror

Cinco sinais de que sua pele está envelhecendo rápido

Patricia Machado19/04/2017
Businessman sleeping on the couch

Sonecas deixam as pessoas mais felizes, garante pesquisa

Mariana Castro18/04/2017
Pampering cream

Quatro hábitos que podem prejudicar a pele no inverno

Patricia Machado18/04/2017
Teen woman with headache holding her hand to head

Enxaqueca influencia no desenvolvimento de transtorno de ansiedade, conclui pesquisa

Mariana Castro17/04/2017
Woman doing yoga exercise

Meditar regularmente pode ajudar a reduzir o estresse, diz estudo

Mariana Castro17/04/2017
Portrait of a beautiful little girl with strawberry

Consumir frutas pode reduzir o risco de diabetes, aponta pesquisa

Mariana Castro17/04/2017
Sad little girl

Problema auditivo pode prejudicar o aprendizado das crianças na escola

Mariana Castro11/04/2017
mother teaching daughter to cut vegetables

Mitos e verdades da dieta vegana

Mariana Castro10/04/2017
assadura em bebes - istock

Dicas para tratar assaduras em bebês

Mariana Castro10/04/2017
Mother and daughter

Filhos de mães mais velhas têm menos problemas comportamentais, diz estudo

Mariana Castro07/04/2017
woman tired of diet restrictions craving sweets chocolate

Psicólogos desenvolvem técnica para controlar compulsão por chocolate

Mariana Castro06/04/2017
boy and headphones

Jogar videogame pode ajudar no combate à depressão, afirma pesquisa

Mariana Castro05/04/2017
Woman Suffering From Stomach Ache

Itália planeja oferecer licença remunerada para quem sofrem com cólicas menstruais

Mariana Castro03/04/2017
Prescription Drug

Tomar anti-inflamatórios aumenta o risco de infarto, diz pesquisa

Mariana Castro31/03/2017