SUS terá supercomputadores para integrar dados de prontuário eletrônico

Por Patricia Machado em 12/12/2016

O governo federal pretende criar um sistema capaz de integrar e informatizar as informações processadas por cada unidade do Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo é ter um sistema capaz de fornecer dados de todos os atendimentos, diagnósticos, procedimentos, internações, exames e prescrições de remédios. Por esse motivo, na semana passada, houve a instalação de três supercomputadores recém-adquiridos pelo Ministério da Saúde.

+ Pessoas com Alzheimer compartilham as memórias que nunca querem esquecer

+ Saiba como o estresse pode afetar seu cérebro

Para conseguir fazer a unificação dos dados, as unidades do SUS tiveram até sábado (10) para se integrar ao sistema. Na próxima quarta-feira (14), o Ministério irá divulgar um balanço com as cidades que aderiram à informatização. Isso permitirá que o governo realize um levantamento sobre quantas unidades não possuem computadores ou conexão à internet e o número de pessoas capacitadas para trabalhar com a tecnologia.

Apesar dos supercomputadores terem sido instalados, os programas para unificar o sistema de dados só serão implantados em 2017. A expectativa é que eles comecem a funcionar em março.

Foto: Getty Images