Refrigerante diet aumenta os riscos de AVC e demência, diz estudo

Por Mariana Castro em 25/04/2017

Muitos estudos já alertaram para os riscos do consumo de refrigerante. Mas, novos indícios chamam atenção para um tipo específico da bebida: o refrigerante diet. Muito consumido por quem quer evitar grandes quantidades de açúcar, ele pode aumentar os riscos de acidente vascular cerebral (AVC) ou de demência, como o Alzheimer.

+ Universidade estuda efeitos da redução no consumo de refrigerante para a saúde

+ França proíbe venda de refil de refrigerante para combater a obesidade

Para a pesquisa, cientistas da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, dividiram os participantes em dois grupos. O primeiro, com 2.888 pessoas com mais de 45 anos, foi usado para analisar o desenvolvimento de AVC. O segundo, formado por 1.484 pessoas acima de 60 anos, tinha o objetivo de verificar os riscos de demência. Através de dados coletados ao longo de dez anos, os pesquisadores puderam comparar a ingestão de refrigerante diet com o número de pessoas que sofreram com essas condições.

Dentre os mais de quatro mil participantes, 97 sofreram derrame e outros 81 desenvolveram demência. Os resultados revelaram que o consumo de apenas uma lata da bebida adocicada de forma artificial pode aumentar em quase três vezes as chances de desenvolver algum dos problemas.

+ Adolescentes consomem menos refrigerantes se eles tiverem informações nutricionais no rótulo

“É importante mencionar que ainda é prematuro afirmar, apenas com base em nossos estudos, que existe uma relação de causa e efeito entre a ingestão dessas bebidas e o desenvolvimento de AVC ou demência. De qualquer forma, nós aconselhamos as pessoas a serem mais cautelosas com o consumo dessas bebidas”, escreveu Matthew Pase, líder da pesquisa e membro do departamento de neurologia da universidade, no estudo.

Foto: Getty Images