Quando devemos trocar as roupas de cama?

Por Patricia Machado em 05/09/2016

Nada é mais confortável do que deitar na cama e relaxar por alguns minutos. O problema é que, por mais que a sensação seja boa, poucas pessoas se preocupam em limpar corretamente as roupas de cama. Esse péssimo hábito é capaz de gerar doenças e afetar a saúde humana.

+ Estudos revelam por que dormir pelado faz bem para a saúde

+ Por que é tão difícil dormir em um lugar novo

Uma pesquisa realizada em 2014 revelou um dado alarmante: uma em cada dez pessoas – que é o equivalente a cinco milhões de pessoas – troca a roupa de cama e lava os lençóis apenas uma vez por mês.

“Durante o sono, o corpo continua transpirando e óleos corporais são liberados. É possível encontrar saliva, urina, fluídos genitais e matéria fecal nas fibras dos tecidos”, explicou Mary Marlowe Leverette, especialista em tecidos para roupas de cama, ao ATTN.

Por causa disso, a sujeira da roupa de cama pode causar infecções em feridas e arranhões, além de proporcionar a contaminação por fungos. “A falta de limpeza frequente dos lençóis e fronhas pode fazer com que a sujeira chegue até os travesseiros e colchões. Quando isso acontece, a limpeza da cama se torna muito mais difícil porque não dá para colocar essas peças na máquina de lavar”, afirmou Mary.

Para evitar problemas de saúde, a roupa de cama deve ser trocada e lavada uma vez por semana. Além disso, também é importante tomar cuidado ao retirar os lençóis usados para que eles não sujem o colchão.

Foto: Getty Images