Saúde e Bem-Estar

Profissionais que trabalham ao ar livre têm três vezes mais chances de desenvolver câncer de pele

Profissionais que trabalham ao ar livre têm três vezes mais chances de desenvolver câncer de pele

Segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA), só em 2016 serão registrados no Brasil 175.760 novos casos de câncer de pele, sendo 80.850 em homens e 94.910 entre mulheres.

+ Como prevenir o câncer de pele

As maiores vítimas são pessoas na faixa dos 40 anos, de pele clara — mais sensíveis a ação dos raios solares — ou com doenças cutâneas prévias.

Uma pesquisa recente descobriu que os profissionais que trabalham ao ar livre, como trabalhadores rurais, da construção civil e até policiais, estão mais propensos a desenvolver câncer de pele se comparados a outros trabalhadores. E não é pouco não: as chances de que isso aconteça são três vezes maiores após um período de cinco anos!

+ As principais dúvidas sobre o protetor solar

Além do câncer de pele, os profissionais que realizam suas atividades ao ar livre também têm chances de desenvolver a queratose actínica, uma lesão que indica dano solar e que também pode levar ao câncer. Para ser ter uma ideia, entre 40% a 60% dos tumores malignos surgem a partir de queratoses mal tratadas.

O relatório apoiado pela LEO Pharma, publicado no Journal of the European Academy of Dermatology and Venereology, também chama a atenção para que os trabalhadores sejam protegidos da radiação dos raios ultravioleta (UV) de forma primária e secundária, incluindo ações educativas e o uso de protetores solares.

Um grupo de especialistas em pele ainda está batalhando para que o câncer de pele do tipo não-melanoma e a queratose actínica sejam reconhecidos como doenças ocupacionais. Apesar dos profissionais que trabalham ao ar livre estarem até três vezes mais expostos aos raios UV do que a média das pessoas, atualmente não há um reconhecimento internacional de que a luz do sol é um risco ocupacional para eles. As discussões estão no Parlamento Europeu que se reúne este mês para debater o assunto.

Saúde e Bem-Estar

Mais em Saúde e Bem-Estar

Feeling tired and stressed.

Ficar muito tempo sentado contribui para o envelhecimento, aponta pesquisa

Patricia Machado24/01/2017
Woman eats night stole the refrigerator

Alimentos que ajudam a aliviar os sintomas da TPM

Mariana Castro24/01/2017
Showing test results

Infertilidade masculina: conheça as causas e tratamentos disponíveis

Redação Apontador24/01/2017
Woman body on beach background

Dermatologista aponta os procedimentos estéticos que devem bombar em 2017

Carolina Romanini23/01/2017
execícios de cachorros 1 - reprodução

Personal cria treino para humanos que reproduz os movimentos dos cachorros

Mariana Castro23/01/2017
cerveja e ioga - imagem 1 - reproducao

Estúdio na Alemanha cria modalidade que mistura ioga com cerveja

Patricia Machado23/01/2017
woman beauty

Lente de contato dental: o que é e quando usar

Redação Apontador23/01/2017
Self-confident brunette looking at reflection

Procedimentos estéticos são alternativa à bichectomia

Patricia Machado20/01/2017
Sad baby in bed

Acupuntura pode ajudar bebês que choram excessivamente, diz pesquisa

Patricia Machado20/01/2017
Green tea

Sete benefícios do chá verde para a saúde

Mariana Castro19/01/2017
unhappy man suffering from backache at home

Casos de pedra nos rins são mais comuns no verão

Patricia Machado19/01/2017
young woman runner running on city bridge road

Exercícios de alta intensidade têm o mesmo efeito que atividades moderadas, diz estudo

Mariana Castro18/01/2017
makeup artist glues false eyelashes

Maquiagem nos olhos pode favorecer o surgimento de terçol

Redação Apontador18/01/2017
bebida alcoolica e aumento de apetite - getty images

Consumir bebida alcoólica aumenta o apetite, comprova estudo

Patricia Machado18/01/2017
Sick

Como diferenciar os sintomas da dengue, zika e chikungunya

Carolina Romanini17/01/2017