Pessoas inteligentes costumam sair mais cedo da casa do pais, diz pesquisa

Por Patricia Machado em 24/08/2016

Os pais tentam evitar o assunto, mas, cedo ou tarde, a conversa acontece e os filhos expressam o desejo de sair de casa para dividir um apartamento com os amigos ou morar sozinho. Uma pesquisa recente descobriu que os alunos que tiram boas notas no colégio são os primeiros a deixarem a casa dos pais.

+ Ser o “homem da casa” afeta a saúde e felicidade dos homens, segundo pesquisa

+ Filhos de pais estressados apresentam mau comportamento, diz pesquisa

A constatação foi anunciada pelos pesquisadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, durante o encontro anual da Associação Americana de Sociologia.

Os cientistas acompanharam 14.825 pessoas desde o segundo ano do ensino médio até elas completarem cerca de 50 anos. Ao longo do estudo, os voluntários tinham que responder questionários para avaliar como as suas habilidades cognitivas e rendimento escolar influenciavam a vontade dos mesmos de se mudarem.

Os dados coletados revelaram que 36% dos participantes se mudaram durante a época de estudo. Além disso, aqueles que tiravam boas notas e tinham um ótimo desempenho no ensino médio tinham maior probabilidade de se mudar para locais onde havia mercados de trabalho com maior concentração de pessoas com nível superior.

Por isso, os autores concluíram que pessoas que são mais inteligentes costumam sair mais cedo da casa de seus pais por quererem desfrutar de boas oportunidades profissionais.

Foto: Getty Images