Saúde e Bem-Estar

Pesquisa descobre como a fome influencia as atitudes das pessoas

Pesquisa descobre como a fome influencia as atitudes das pessoas

Quando estamos famintos, parece que nos transformamos em outra pessoa. Muitas vezes ficamos irritados e até paramos de racionar enquanto não conseguimos comer. Com base nessas experiências, uma pesquisa feita nos Estados Unidos quis entender qual era o poder da fome no organismo humano.

+ Cinco receitas de sanduíches saudáveis para matar a fome

+ Nutricionistas explicam o que pode estar te deixando sempre com fome

Para realizar o estudo, os cientistas do National Institutes of Health comandaram três experiências com ratos de laboratório. A primeira parte do estudo queria entender como animais com fome e sede se comportavam. Por isso, parte dos ratos estava passando fome e sede enquanto os demais estavam apenas com sede. Ao soltá-los em uma gaiola com água e comida, os animais que apresentavam as duas condições ignoraram a sede e procuraram a comida imediatamente.

Depois, os cientistas verificaram como a fome se sobrepõe à sensação de medo. Eles passaram uma substância química que é semelhante à de uma raposa em uma gaiola em que havia comida. Parte dos ratos estava com fome enquanto os demais estavam saciados. Ao soltarem os animais, quem estava com fome ignorou o medo e entrou na gaiola para pegar o alimento.

Por fim, a pesquisa fez um teste para entender como a fome abalava as relações sociais. Como feito nas experiências anteriores, parte dos ratos estava com fome. Além disso, na gaiola em que havia alimento também havia um rato porque esses animais são sociáveis e gostam de interagir com os demais. Quando libertados, os animais que estavam famintos ignoraram a presença do outro rato e procuraram a comida imediatamente enquanto os outros brincaram com o animal.

Com base nessas evidências, os pesquisadores concluíram que a sensação de fome é tão poderosa que ela faz com que as pessoas ignorem seus medos, amigos e até outras necessidades, como estar com sede. A pesquisa foi publicada no periódico Neuron

Foto: Getty Images

Mais em Saúde e Bem-Estar

Feeling tired and stressed.

Ficar muito tempo sentado contribui para o envelhecimento, aponta pesquisa

Patricia Machado24/01/2017
Woman eats night stole the refrigerator

Alimentos que ajudam a aliviar os sintomas da TPM

Mariana Castro24/01/2017
Showing test results

Infertilidade masculina: conheça as causas e tratamentos disponíveis

Redação Apontador24/01/2017
Woman body on beach background

Dermatologista aponta os procedimentos estéticos que devem bombar em 2017

Carolina Romanini23/01/2017
execícios de cachorros 1 - reprodução

Personal cria treino para humanos que reproduz os movimentos dos cachorros

Mariana Castro23/01/2017
cerveja e ioga - imagem 1 - reproducao

Estúdio na Alemanha cria modalidade que mistura ioga com cerveja

Patricia Machado23/01/2017
woman beauty

Lente de contato dental: o que é e quando usar

Redação Apontador23/01/2017
Self-confident brunette looking at reflection

Procedimentos estéticos são alternativa à bichectomia

Patricia Machado20/01/2017
Sad baby in bed

Acupuntura pode ajudar bebês que choram excessivamente, diz pesquisa

Patricia Machado20/01/2017
Green tea

Sete benefícios do chá verde para a saúde

Mariana Castro19/01/2017
unhappy man suffering from backache at home

Casos de pedra nos rins são mais comuns no verão

Patricia Machado19/01/2017
young woman runner running on city bridge road

Exercícios de alta intensidade têm o mesmo efeito que atividades moderadas, diz estudo

Mariana Castro18/01/2017
makeup artist glues false eyelashes

Maquiagem nos olhos pode favorecer o surgimento de terçol

Redação Apontador18/01/2017
bebida alcoolica e aumento de apetite - getty images

Consumir bebida alcoólica aumenta o apetite, comprova estudo

Patricia Machado18/01/2017
Sick

Como diferenciar os sintomas da dengue, zika e chikungunya

Carolina Romanini17/01/2017