Lua cheia pode afetar a qualidade do sono, aponta pesquisa

Por Mariana Castro em 19/12/2016

A Lua exerce uma influência sobre a Terra que é muito maior do que se imagina. Ela altera as marés e é capaz de se sincronizar ao ciclo menstrual da mulher, que também tem 28 dias, por exemplo. Agora, cientistas provaram mais uma interferência deste satélite no dia a dia das pessoas. Um novo estudo revelou que a Lua cheia interfere no sono, diminuindo sua qualidade e deixando as pessoas mais cansadas.

+ Estudo descobre o efeito da Lua no corpo humano

+ Dormir duas vezes ao dia é melhor do que ter uma longa noite de sono, afirmam pesquisadores

A pesquisa realizada na Universidade de Basileia, na Suíça, observou que cerca de 40% dos moradores da região culpavam a Lua cheia por um sono ruim. Para investigar isso, eles recrutaram 33 voluntários entre 20 e 74 anos de idade. Os participantes dormiram em ambientes fechados para que não pudessem ver a Lua. Eles ficaram em um laboratório por três dias e meio, sem saber que as fases da Lua seriam parte do experimento.

Os resultados mostraram que a Lua cheia estava associada a uma redução de 20 minutos no tempo de sono. Além disso, os participantes demoravam mais para dormir durante esse período em comparação à Lua nova. O sono profundo também foi reduzido em 30% durante esta fase. Por fim, foi observada uma diminuição nos níveis de melatonina durante a noite. Esse hormônio é importante para o ritmo circadiano, que ajusta o relógio biológico do corpo e seu ciclo de atividades, como dormir e acordar.

+ C0mo funciona a melatonina, o “hormônio do sono”

Apesar dos resultados encontrados, o estudo ainda precisa entender o que, de fato, leva a esse fenômeno. “O cérebro humano pode ter um relógio interno que é, de alguma forma, sincronizado com a Lua”, especulou o autor e líder do estudo, Christian Cajochen, à CNN.

Foto: Getty Images