Jovens estão sofrendo com problemas da “velhice” cada vez mais cedo

Por Mariana Castro em 28/11/2016

Mais uma vez, os hábitos da atualidade, que envolvem muitas horas em frente à televisão e uso compulsivo de smartphones, revelam seus efeitos negativos. Segundo especialistas, pessoas com menos de 45 anos têm relatado, cada vez mais, problemas no joelho e nas costas, além de casos de hemorroidas e varizes. Uma postura inadequada, fruto de tais hábitos, tem levado ao aumento no número de jovens sofrendo de condições de saúde atribuídas, geralmente, às pessoas mais velhas.

+ Jovens estão enfrentando problemas sexuais na hora H, diz pesquisa

+ Estudo revela que jovens estão trocando refeições por bebidas alcoólicas

Dados de mais de 60 mil procedimentos médicos foram analisados pelo Bupa, seguro de saúde privado de Londres.  O que se descobriu é que pessoas entre 36 e 45 anos são as mais suscetíveis a realizarem injeções epidurais, uma forma de tratar dores nas costas.

Pessoas nos seus 20 anos já estão lidando com as aflições de gerações mais antigas. Operações de artrose no joelho foram consideradas umas das cinco cirurgias mais comuns em pessoas entre 16 e 25 anos. Remoção de hemorroidas e varizes eram outros dois dos procedimentos mais comuns em ambas as faixas etárias. Isso pode ser associado ao tempo que as pessoas passam sentadas atrás de mesas de escritórios ou em sofás na frente da televisão.

+ Jovens estão ficando cada vez mais pobres, conclui pesquisa

“Um grande número de pessoas tem experienciado prematuramente condições associadas à velhice”, falou Steve Iley, médico diretor do Bupa, ao Daily Mail. “E é possível notar o porquê, levando em conta o tempo em que essa geração passa usando seus celulares, tablets e videogames”.

Foto: Getty Images