Saúde e Bem-Estar

Jornada de trabalho de seis horas tem se mostrado eficaz na Suécia

Jornada de trabalho de seis horas tem se mostrado eficaz na Suécia

No ano passado, alguns empregadores na Suécia passaram a experimentar uma jornada de seis horas de trabalho na esperança de aumentar a produtividade dos funcionários. Esperar que as pessoas passem menos tempo no escritório, tendo mais trabalho a ser feito, pode parecer contraditório mas, de acordo com uma nova pesquisa, o país parece estar no caminho certo.

+ Trabalhar demais é ruim para a saúde e aumenta risco de derrame, diz estudo

Segundo reportagem da Bloomberg, enfermeiros que passaram o último ano trabalhando seis horas por dia foram mais felizes, mais produtivos e mais enérgicos no trabalho e em casa. O estudo, financiado pelo governo, foi realizado pela casa de repouso Svartedalens, em Gotemburgo, para verificar se redução do horário de seus 68 enfermeiros resultaria em uma maior moral dos funcionários e melhor atendimento dos pacientes.

Depois de um ano, os resultados mostraram que seus instintos estavam corretos: os enfermeiros estavam 20% mais felizes do que um grupo de controle em situação semelhante. Eles também ficaram menos doentes (metade do tempo do que costumavam ficar) e precisaram tirar 2,8 vezes menos dias de folga nas duas semanas analisadas.

Estes efeitos positivos permitiram aos enfermeiros fazer 64% mais atividades com os moradores do que se tivessem sido obrigados a colocar em horas extras. Svartedalens não foi a única empresa sueca que experimentou dias de trabalho mais curtos.

Uma filial da Toyota, também com sede em Gotemburgo, implementou semanas de trabalho de 30 horas por de uma década, e a startup de tecnologia Brath também segue o mesmo calendário. Ir pelo caminho da Suécia pode ser positivo de diversos aspectos: além de melhorar a produtividade, trabalhar menos também pode melhorar — e muito — a saúde.

Via Bloomberg

Saúde e Bem-Estar

Mais em Saúde e Bem-Estar

Green tea

Sete benefícios do chá verde para a saúde

Mariana Castro19/01/2017
unhappy man suffering from backache at home

Casos de pedra nos rins são mais comuns no verão

Patricia Machado19/01/2017
young woman runner running on city bridge road

Exercícios de alta intensidade têm o mesmo efeito que atividades moderadas, diz estudo

Mariana Castro18/01/2017
makeup artist glues false eyelashes

Maquiagem nos olhos pode favorecer o surgimento de terçol

Redação Apontador18/01/2017
bebida alcoolica e aumento de apetite - getty images

Consumir bebida alcoólica aumenta o apetite, comprova estudo

Patricia Machado18/01/2017
Sick

Como diferenciar os sintomas da dengue, zika e chikungunya

Carolina Romanini17/01/2017
Mexican chili con carne in a pan on a wooden

Comida apimentada pode reduzir o risco de morte, aponta pesquisa

Mariana Castro16/01/2017
portrait of happy young business man at office

Levantar durante o trabalho ajuda a queimar calorias, diz estudo

Patricia Machado16/01/2017
Salt spilling on table from salt cellar

Reduzir o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, aponta estudo

Patricia Machado16/01/2017
Feeling sick and tired.

Pesquisa descobre como o estresse aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Mariana Castro15/01/2017
Woman meditating in the lotus position closeup

Meditação, Reiki e musicoterapia serão oferecidos pelo SUS

Patricia Machado13/01/2017
medium roast steak

Consumir carne vermelha em excesso pode causar doença intestinal, diz estudo

Mariana Castro13/01/2017
bonecas de proposito - reprodução

Aposentada cria bonecas terapêuticas para confortar crianças internadas

Mariana Castro13/01/2017
Boy using digital tablet while lying on rug at home

Uso excessivo de dispositivos móveis pode causar problemas de visão em crianças, diz estudo

Patricia Machado12/01/2017
projeto acucar - capa - reproducao

Projeto mostra a quantidade de açúcar em produtos industrializados

Patricia Machado11/01/2017