Jogar videogame pode ajudar no combate à depressão, afirma pesquisa

Por Mariana Castro em 05/04/2017

Jogar videogame pode ser muito mais do que uma forma de diversão. Segundo um estudo realizado pela Davis University of California, nos Estados Unidos, a atividade pode ser um modo efetivo de ajudar as pessoas a lidarem com a depressão.

Para realizar a pesquisa, os cientistas recrutaram 160 estudantes voluntários que relatavam sofrer de depressão média. Eles foram estimulados a brincar com jogos de videogame que foram desenvolvidos especialmente para pessoas com distúrbios psicológicos.

+ Crianças que dormem pouco podem ter depressão e ansiedade, diz pesquisa

+ Brasil tem o maior número de casos de depressão na América Latina, diz OMS

Os jogos e as mensagens contidas neles tinham a missão de trabalhar com duas formas de depressão: a causada por desbalanços químicos e fatores hereditários e a resultante de fatores externos, como problemas no trabalho ou o término de um relacionamento. Cada mensagem enviada aos jogadores terminava dizendo: “Assim como qualquer treinamento, os benefícios dessa tarefa vêm de exercê-la sem intervalos, dando seu melhor durante a realização”.

Usando seis jogos de três minutos cada, o estudo revelou que, na maioria dos casos, os jogos desenvolvidos especificamente para ajudar nessa condição levaram as pessoas a sentirem que tinham algum controle sobre sua depressão. Os pesquisadores não buscavam reduzir a depressão com os jogos, mas descobriram que os participantes se sentiam melhor enquanto jogavam.

+ Foto de arrumação de quarto levanta debate sobre a depressão

Também foi observado que os voluntários que relatavam ter depressão causada por fatores externos jogavam por um maior período de tempo do que os outros. “Através da indução de mensagens cuidadosamente criadas, os jogos de videogame para saúde mental podem ser usados como uma forma de tratamento viável e com menor resistência”, concluiu o estudo.

Foto: Getty Images