Ioga se transforma em patrimônio da humanidade

Por Patricia Machado em 06/12/2016

A ioga é uma prática antiga que consegue garantir o bem-estar físico e espiritual das pessoas. Recentemente, uma pesquisa realizada pela Universidade de Hong Kong descobriu que a atividade é capaz proporcionar maior qualidade de vida para as pessoas que sofrem de asma. Por esse motivo — e de tantos outros benefícios –, a Unesco incluiu a ioga na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

+ Oito motivos para fazer ioga

+ Meditação é capaz de rejuvenescer o cérebro, conclui pesquisa

A decisão foi tomada durante a 11ª assembleia da Unesco, que foi realizada na Etiópia. De acordo com a instituição, a medida facilitará a divulgação dos benefícios da prática milenar. “Baseada na unificação da mente, corpo e alma, a prática da ioga melhora o bem-estar mental, físico e espiritual das pessoas”, destacou a Unesco em comunicado oficial.

Já a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, ao saber da novidade, declarou: “A filosofia subjacente à antiga prática de ioga na Índia influenciou em vários aspectos da sociedade deste país, que vão da saúde e medicina até a educação e as artes”.

Quer começar a praticar ioga? Encontre o local mais perto de você clicando aqui.

Foto: Getty Images