Saúde e Bem-Estar

Gene dos ruivos pode aumentar o risco de câncer de pele, segundo estudo

Gene dos ruivos pode aumentar o risco de câncer de pele, segundo estudo

Segundo um estudo publicado na revista científica Nature Communications, ruivos têm maior risco de desenvolver câncer de pele, mesmo que não haja exposição ao sol.

+ Consumo de gorduras saturadas aumenta os riscos de morte precoce, revela estudo

+ Campanha inova e conta com a ajuda de um homem para alertar sobre o câncer de mama

Até então, sabia-se que pessoas de cabelo ruivo, pele branca e sardas podem se queimar rapidamente quando expostas ao sol. Mas, as novas descobertas sugerem que a variante genética de pessoas desse biótipo influencia nas chances de se ter a doença, independentemente da radiação a que foram expostas.

Para chegar a essa conclusão, uma análise genética foi feita com mais de 400 pessoas e mostrou que os ruivos possuem uma variante do MC1R, gene responsável por dar cor à pele e aos cabelos. Isso provoca 42% mais mutações, o que equivale a 21 anos de exposição ao sol a mais do que as pessoas que não possuem a variante.

A maior parte dessas mutações não provoca danos, mas quanto mais elas ocorrem, maior a probabilidade de que uma célula humana normal se transforme em uma cancerosa, segundo a equipe internacional de cientistas.

Ruiva - thinkstock

Essa descoberta vale também para pessoas que não são ruivas, mas possuem a variante. Os pesquisadores alertam que pessoas com parentes ruivos, por exemplo, devem tomar cuidado extra pois têm uma chance maior de possuir uma variante do MC1R.

“Este trabalho é importante porque as conclusões se aplicam a uma alta proporção da população – as pessoas que carregam pelo menos uma cópia com uma variante genética no MC1R,” disse David Adams, coautor do estudo e pesquisador do Instituto Wellcome Trust Sanger, no Reino Unido.

Fotos: Thinkstock

Mais em Saúde e Bem-Estar

Mexican chili con carne in a pan on a wooden

Comida apimentada pode reduzir o risco de morte, aponta pesquisa

Mariana Castro16/01/2017
portrait of happy young business man at office

Levantar durante o trabalho ajuda a queimar calorias, diz estudo

Patricia Machado16/01/2017
Salt spilling on table from salt cellar

Reduzir o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, aponta estudo

Patricia Machado16/01/2017
Feeling sick and tired.

Pesquisa descobre como o estresse aumenta o risco de doenças cardiovasculares

Mariana Castro15/01/2017
Woman meditating in the lotus position closeup

Meditação, Reiki e musicoterapia serão oferecidos pelo SUS

Patricia Machado13/01/2017
medium roast steak

Consumir carne vermelha em excesso pode causar doença intestinal, diz estudo

Mariana Castro13/01/2017
bonecas de proposito - reprodução

Aposentada cria bonecas terapêuticas para confortar crianças internadas

Mariana Castro13/01/2017
Boy using digital tablet while lying on rug at home

Uso excessivo de dispositivos móveis pode causar problemas de visão em crianças, diz estudo

Patricia Machado12/01/2017
projeto acucar - capa - reproducao

Projeto mostra a quantidade de açúcar em produtos industrializados

Patricia Machado11/01/2017
tired woman runner taking a rest after running hard

Fazer exercícios apenas no final de semana pode ser bom para a saúde, diz pesquisa

Mariana Castro11/01/2017
Woman smoker smoking a filter tip

Tabagismo deve causar a morte de 8 milhões de pessoas por ano até 2030, diz estudo

Patricia Machado10/01/2017
Man sleeps on office table over laptop with coffee

Uma hora de sono após o almoço pode rejuvenescer o cérebro, diz pesquisa

Mariana Castro10/01/2017
Young Female Patient Talking To Nurse In Emergency Room

Hospital exclusivo para mulheres é inaugurado na Bahia

Patricia Machado09/01/2017
Woman cleaning ear

Por que não é recomendável limpar o ouvido com cotonete?

Mariana Castro09/01/2017
traffic

Viver perto de vias movimentadas aumenta o risco de demência, diz estudo

Patricia Machado06/01/2017