Saúde e Bem-Estar

Gene dos ruivos pode aumentar o risco de câncer de pele, segundo estudo

Gene dos ruivos pode aumentar o risco de câncer de pele, segundo estudo

Segundo um estudo publicado na revista científica Nature Communications, ruivos têm maior risco de desenvolver câncer de pele, mesmo que não haja exposição ao sol.

+ Consumo de gorduras saturadas aumenta os riscos de morte precoce, revela estudo

+ Campanha inova e conta com a ajuda de um homem para alertar sobre o câncer de mama

Até então, sabia-se que pessoas de cabelo ruivo, pele branca e sardas podem se queimar rapidamente quando expostas ao sol. Mas, as novas descobertas sugerem que a variante genética de pessoas desse biótipo influencia nas chances de se ter a doença, independentemente da radiação a que foram expostas.

Para chegar a essa conclusão, uma análise genética foi feita com mais de 400 pessoas e mostrou que os ruivos possuem uma variante do MC1R, gene responsável por dar cor à pele e aos cabelos. Isso provoca 42% mais mutações, o que equivale a 21 anos de exposição ao sol a mais do que as pessoas que não possuem a variante.

A maior parte dessas mutações não provoca danos, mas quanto mais elas ocorrem, maior a probabilidade de que uma célula humana normal se transforme em uma cancerosa, segundo a equipe internacional de cientistas.

Ruiva - thinkstock

Essa descoberta vale também para pessoas que não são ruivas, mas possuem a variante. Os pesquisadores alertam que pessoas com parentes ruivos, por exemplo, devem tomar cuidado extra pois têm uma chance maior de possuir uma variante do MC1R.

“Este trabalho é importante porque as conclusões se aplicam a uma alta proporção da população – as pessoas que carregam pelo menos uma cópia com uma variante genética no MC1R,” disse David Adams, coautor do estudo e pesquisador do Instituto Wellcome Trust Sanger, no Reino Unido.

Fotos: Thinkstock

Mais em Saúde e Bem-Estar

Male doctor checking mammography machine scan with patient woman

Dor nas mamas: quando é normal e quando é preciso investigar

Redação Apontador07/12/2016
A closeup of a woman doing yoga outside with two other women

Ioga se transforma em patrimônio da humanidade

Patricia Machado06/12/2016
Happy smiling child enjoys listens to music in headphones

Cientistas criam playlist capaz de reduzir a ansiedade e o estresse

Mariana Castro06/12/2016
The pregnant woman who has an examination

Maioria das mães brasileiras não planejava engravidar, aponta estudo

Patricia Machado05/12/2016
man in bed eyes opened suffering insomnia and sleep disorder

Dormir com raiva favorece a criação de memórias negativas, diz pesquisa

Mariana Castro05/12/2016
hands of Concerned Women for medical report written by doctor

Mitos e verdades sobre a endoscopia

Patricia Machado05/12/2016
Happy little girl outdoors

Falta de exposição à luz do dia contribui para o desenvolvimento de miopia, aponta estudo

Mariana Castro05/12/2016
HIV blood sample

Mais de 110 mil brasileiros têm o vírus do HIV e não sabem disso, aponta relatório

Patricia Machado01/12/2016
Selection of tropical fruits on white background

Laranja e abacaxi são os alimentos que contém mais agrotóxicos

Mariana Castro01/12/2016
Pretty Woman makes a choice between bad food

Coaching de emagrecimento é novidade para quem deseja perder peso

Carolina Romanini01/12/2016
Reassuring patient

Campanha mostra a importância da busca por informações corretas em casos de câncer

Patricia Machado01/12/2016
Fun old woman

Aumenta expectativa de vida do brasileiro, segundo IBGE

Redação Apontador01/12/2016
pessoa mais velha do mundo - AP4

Pessoa mais velha do mundo completa 117 anos e revela o segredo da longevidade

Carolina Romanini01/12/2016
Young man and woman working together in architects office

Olhar nos olhos durante uma conversa dificulta o funcionamento do cérebro

Mariana Castro01/12/2016
Woman playing tennis

Praticar tênis pode reduzir o risco de morte em qualquer idade, sugere estudo

Redação Apontador30/11/2016