Saúde e Bem-Estar

Filhos de mães mais velhas têm menos problemas comportamentais, diz estudo

Filhos de mães mais velhas têm menos problemas comportamentais, diz estudo

A vida da mulher moderna é muito diferente do que há alguns anos. Atualmente, ela luta por seu espaço no mercado de trabalho e procura se dedicar à construção de uma carreira de sucesso. Por causa disso, muitas mulheres estão optando por vivenciar a maternidade cada vez mais tarde.

+ Como funciona o processo de congelamento de óvulos?

+ Menopausa precoce pode comprometer a saúde de quem quer engravidar

Ao analisar esse comportamento, uma pesquisa recente descobriu que ter filhos mais tarde pode trazer benefícios para o comportamento das crianças. Segundo cientistas da Universidade Aarhus, na Dinamarca, frutos de uma maternidade tardia têm menos problemas sociais, emocionais e comportamentais no período entre o nascimento e a adolescência.

Para o estudo, foram analisados respostas de cinco mil mães dinamarquesas. Os resultados revelaram que, quanto mais velhas as mães, melhores eram as habilidades sociais e de linguagem das crianças. Ainda foi possível observar que, com mais idade, as mães não repreendiam ou disciplinavam fisicamente os filhos, quando comparado com as mães mais novas. “Esse estilo de criação pode contribuir positivamente para a educação das crianças”, explicou Dion Sommer, líder da pesquisa, ao The Independent.

+ Fases da lua e dia da relação sexual podem influenciar na gestação

A hipótese para isso está na maturidade psicológica de mães mais velhas. “Sabemos que as pessoas se tornam mentalmente mais flexíveis com a idade, são mais tolerantes com outras pessoas e prosperam melhor emocionalmente. É por isso que a maturidade psicológica pode explicar por que as mães mais velhas não repreendem e disciplinam fisicamente seus filhos”, afirmou o pesquisador.

Foto: Getty Images

Mais em Saúde e Bem-Estar

camisa sonora - imagem 3 - reproducao

Camisa tecnológica permite que deficientes auditivos “sintam” músicas clássicas

Mariana Castro26/05/2017
Tired man being overloaded at work

Dormir pouco pode afetar a aparência e arruinar a vida social das pessoas, diz estudo

Mariana Castro24/05/2017
HIV blood sample

Anvisa registra primeiro teste rápido para detecção do HIV

Patricia Machado23/05/2017
Woman sitting curled up

Ansiedade não controlada pode evoluir para sérios transtornos psicológicos

Mariana Castro23/05/2017
young woman sitting on couch and blowing nose

Problemas respiratórios aumentam as chances de infarto, diz pesquisa

Mariana Castro22/05/2017
Looking in mirror

França aprova lei que proíbe modelos extremamente magras

Mariana Castro22/05/2017
Hand Holding Small Marijuana Leaf with Cannabis Plants in Background

Anvisa reconhece Cannabis sativa como planta medicinal

Mariana Castro18/05/2017
Young woman picking her nails

Ansiedade: entenda o transtorno, sintomas e tratamentos

Mariana Castro16/05/2017
Fitness female athlete lifting weights in gym

Falar palavrões durante atividades físicas deixa as pessoas mais fortes, revela pesquisa

Mariana Castro12/05/2017
Pink breast cancer awareness ribbon in hand

Estudantes criam sutiã capaz de detectar sinais de câncer de mama

Mariana Castro11/05/2017
Woman hands holding cigarette outdoor.

Cigarro estimula produção de enzima que entope as artérias, conclui pesquisa

Mariana Castro10/05/2017
aula de cochilo - reproducao

Academia oferece aula de cochilo para queimar calorias e aliviar estresse

Mariana Castro09/05/2017
Close up of massage shoulder

Fazer massagem pode ser tão bom para o bem-estar quanto receber, revela estudo

Mariana Castro05/05/2017
Beautiful woman using mascara in bathroom

Dicas para manter os cílios fortes e saudáveis

Patricia Machado03/05/2017
Tired woman with tea in kitchen

Dormir muitas horas seguidas não compensa o ‘sono acumulado’, afirma pesquisa

Mariana Castro02/05/2017