Fazer massagem pode ser tão bom para o bem-estar quanto receber, revela estudo

Por Mariana Castro em 05/05/2017

É muito difícil encontrar alguém que não goste de receber uma massagem. A sensação de relaxamento e bem-estar após uma sessão é incontestável. Novas pesquisas revelaram que não apenas quem recebe, mas também quem faz massagem pode usufruir dos benefícios dessa ação.

+ Meditação, reiki e musicoterapia serão oferecidos pelo SUS

+ Cinco terapias alternativas que talvez você não conheça

A pesquisa, realizada na Universidade de Northumbria, na Inglaterra, pediu para que 38 casais realizassem massagens de quinze minutos em seu parceiro duas ou três vezes por semana. Durante o período, os pesquisadores acompanharam fatores como claridade mental, humor, dor, estresse emocional, tensão muscular e irritabilidade dos participantes.

O resultado revelou que fazer massagem por apenas quinze minutos em alguém já garante uma considerável melhora no bem-estar geral e no estresse. Os casais também relataram maior satisfação com a relação. Aqueles que concediam a massagem se sentiram 9% melhores, em comparação a uma melhora de 12%, no caso dos que recebiam.

Foto: Getty Images