Estudantes criam sutiã capaz de detectar sinais de câncer de mama

Por Mariana Castro em 11/05/2017

Muito comum, o câncer de mama é, depois do câncer de pele, a doença que mais leva a mortes. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, anualmente, 458 mil mortes são causadas pela doença. O diagnóstico precoce aumenta consideravelmente as chances de cura e, por isso, ele é fundamental.

+ Dor nas mamas: quando é normal e quando é preciso investigar

+ Exames preventivos que toda mulher deve realizar anualmente

Para tentar salvar vidas, o estudante mexicano Julian Rios Cantu, que tem apenas 18 anos, desenvolveu um sutiã que detecta os primeiros sinais do câncer. A ideia foi criada com a ajuda de três amigos. Após acompanhar a luta de sua mãe contra o tumor, ele trabalhou na invenção do EVA Bra, um sutiã equipado com 200 biosensores capazes de medir temperatura, peso e formato dos seios.

sutia - divulgacao

A tecnologia coleta esses dados e os envia para um aplicativo, que informa a usuária sobre possíveis mudanças que alertam para sintomas de câncer. O aumento do fluxo sanguíneo na região das mamas não significa necessariamente que esteja se desenvolvendo um câncer na região, mas é um exemplo de sintoma relacionado a tumores cancerígenos que pode ser detectado com o uso da peça.

+ Pesquisa revela novidades no tratamento do câncer de mama mais agressivo

Além disso, para obter os resultados, a pessoa deve utilizar a peça por 60 a 90 minutos por semana. A invenção, que ainda está em fase de protótipo, foi desenvolvida para ajudar mulheres que já têm pré-disposição genética para ter a doença. “Estamos empenhados em trazer maior qualidade de vida para as mulheres através da obtenção de uma profissionalização do método de ‘auto-exploração’ na detecção precoce e eficaz do câncer da mama”, declararam os criadores à Veja.

Foto: Thinkstock / Divulgação