Estresse faz bem para a memória, diz pesquisa

Por Patricia Machado em 18/05/2016

De acordo os últimos dados revelados pela International Stress Management Association (Isma), 70% dos brasileiros sofrem de estresse no trabalho. Isso significa que a maior parte da população se sente irritada, frustrada, preocupada e nervosa com frequência. No entanto, uma pesquisa recente descobriu que o estresse faz bem para a memória.

+ Estudo comprova que viver perto da agua diminui o estresse

+ Saiba como o estresse pode afetar o seu cérebro 

Cientistas da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, analisaram como o estresse era capaz de afetar a capacidade cerebral e a memória de 330 voluntários com mais de 50 anos.

Os resultados mostraram que as pessoas mais estressadas eram aquelas que tinham melhor memória e raciocínio.

De acordo com os pesquisadores, pessoas estressadas precisam solucionar diferentes problemas ao longo do dia e isso faz com que elas processem informações com mais rapidez e agilidade, o que aumenta a capacidade intelectual.

Além disso, pessoas estressadas precisam vivenciar diferentes situações ao longo do dia e isso faz com que elas tenham a oportunidade de aprender novos conceitos e aumentar o vocabulário.

A rotina frenética de uma pessoa estressada também faz com que ela exercite mais a memória para conseguir lembrar se situações e estratégias com mais facilidade. Isso é responsável por fazer com que ela tenha uma memória melhor do que aqueles que não se estressam.

Via Daily Mail / Foto: Thinkstock