Dicas para ter uma alimentação saudável no inverno

Por Patricia Machado em 05/07/2017

Com a chegada do inverno e das baixas temperaturas, o organismo gasta mais energia para aquecer o corpo e neutralizar a diferença climática. Por causa disso, é comum que as pessoas sintam mais fome e achem difícil resistir a alimentos gordurosos – e deliciosos – como hambúrguer, pizza e batata frita.

+ Como fortalecer a sua imunidade no inverno?

+ A alimentação pode influenciar na sua longevidade?

De acordo com Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, deixar de consumir saladas e frutas, diminuir a ingestão de água e incluir ingredientes calóricos na alimentação são hábitos comuns. No entanto, isso é um grande erro.

“O consumo excessivo de alimentos mais gordurosos por causa do frio pode aumentar o colesterol e o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, além de causar o aumento de peso”, alerta a nutricionista. “As frutas e hortaliças são fontes de minerais e vitaminas, que são importantes para o bom funcionamento do sistema imunológico e prevenção da gripe, resfriado e problemas respiratórios, muito comuns na estação”, completa.

Uma dica para seguir essas orientações é abusar da criatividade na hora de preparar as refeições. “Os legumes podem ser cozidos no vapor ou refogados e temperados com ervas frescas, por exemplo. Outra ideia é colocar raspas de limão nas preparações”, diz a especialista.

Bowl of hot vegetable soup and hand holding spoon.

As sopas podem ser ingeridas sem restrição durante o inverno

As sopas podem ser ingeridas sem restrição durante o inverno. Mas, para serem saudáveis, elas devem ser preparadas com legumes. Outra opção é utilizar inhame, batata doce ou mandioca na receita. “Esses alimentos são digeridos mais lentamente pelo organismo e isso traz várias vantagens, como não elevar tanto os índices glicêmicos e prolongar a sensação de saciedade”, afirma Cyntia.

+ Quatro dicas para praticar exercícios no inverno

Para a prevenção de doenças, a nutricionista sugere a ingestão de mel. “O mel, além de combinar com o inverno e fornecer energia ao corpo, é um dos produtos que fortalecem o sistema imunológico e a resistência do organismo. Ele também é um excelente antisséptico e antibiótico”, orienta a especialista.

Durante o inverno, é comum que o consumo de bebidas quentes aumente. Por causa disso, muitas pessoas chegam a exagerar no café. Apesar de causar um prazer momentâneo, o excesso da bebia pode fazer mal à saúde. “O café é um estimulante que pode causar dependência similar a causada pelas drogas. O produto ainda agrava problemas de saúde como a gastrite, especialmente em pessoas idosas”, diz Cyntia.

Além de uma alimentação balanceada e rica em nutrientes, as pessoas devem manter a rotina de atividades físicas no interno. Esse hábito pode evitar problemas futuros e combater o aumento de peso. “O frio potencializa a vontade de ficar em casa embaixo do cobertor. Tenha foco, força de vontade e estabeleça uma rotina de exercícios para que o metabolismo não desacelere. Assim, os indesejados quilinhos a mais podem ser evitados durante o inverno”, explica a nutricionista.

Fotos: Getty Images