Dicas para manter os cílios fortes e saudáveis

Por Patricia Machado em 03/05/2017

O sonho da maioria das mulheres é ter cílios longos e volumosos. Por isso, é comum que muitas façam procedimentos estéticos para garantir a beleza dos fios. No entanto, o que muitas não sabem é que alguns cuidados básicos são responsáveis por influenciar a qualidade, tamanho e espessura dos cílios.

+ Cinco sinais de que a sua pele está envelhecendo

+ Quatro hábitos que podem prejudicar a pele no inverno

Um problema comum durante os dias frios é o surgimento de caspa nos cílios. “Pessoas com pele oleosa e olhos muito secos, por causa da baixa umidade do ar, apresentam coceira, vermelhidão e formação de pequenas crostinhas ou descamação, uma alteração comum que piora com água quente e exposição ao vento”, explica Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

Além disso, a condição também pode ser criada pelo uso excessivo de cosméticos com substâncias que causam irritação ou conservantes. Esses produtos facilitam a contaminação e propagação de fungos e bactérias.

Para evitar esse quadro clínico, o hábito diário de higiene das pálpebras é um dos principais cuidados que devem ser tomados. “A pessoa deve usar loções de limpeza dermatologicamente e oftalmologicamente testados ou sabonetes líquidos infantis e aplicar cremes de hidratação em base aquosa diariamente”, orienta a especialista.

Outro problema comum é a queda de cílios. Apesar de desesperar muitas mulheres, isso faz parte do processo de renovação das hastes dos fios ciliares e ocorre naturalmente a cada quatro meses. É importante, apenas, ficar atento se há falhas ou falta de cílios. “Isso pode ter sido causado por blefarites, que é uma inflamação da pálpebra, alergia a maquiagens, carência nutricional e algumas doenças, como as autoimunes”, afirma Claudia.

A queda de cílios também pode ser ocasionada pelo abuso de maquiagem a prova d’água, como rímel e delineador. “As maquiagens também têm prazo de validade, sendo que as máscaras, após abertas, não duram mais do que seis meses e devem ser removidas diariamente sem que fiquem em contato com a região durante a noite toda”, diz a dermatologista.

Para manter a saúde dos cílios, é essencial hidratá-los e nutrí-los. Isso evita que as hastes mais finas e secas sofram fraturas ou que fiquem mais finas com tendência à queda ou rarefação. “Muitas vezes, o próprio dermatologista indicará formulações específicas ricas em aminoácidos, silício, ácido hialurônico e vitaminas para ser utilizado à noite ou antes da própria máscara”, orienta Claudia.

Foto: Getty Images