Dicas para manter a saúde bucal em dia

Por Mariana Castro em 11/05/2018

Muitas pessoas não sabem, mas cuidar da saúde bucal é essencial para ter uma vida saudável. Isso porque a boca é responsável por funções que afetam o funcionamento de todo o organismo, além de estar conectada a diversos órgãos do corpo humano.

Pensando nisso, Isabella Mendes, dentista e parceira da marca de cuidados bucais GUM, dá algumas dicas sobre como manter a saúde bucal em dia. Segundo ela, além de visitar o dentista regularmente, existem outros diversos hábitos que podem ser incorporados à rotina de quem busca uma melhor higiene bucal. Confira:

Escove os dentes três vezes por dia

Realizar a escovação dental regular é a base para uma boa saúde bucal. “O ideal é escovar os dentes durante dois minutos, três vezes por dia, com uma escova macia e de cabeça arredondada, que seja capaz de remover a placa e não machucar os dentes e gengivas”, explica Isabella. Para esta dica, a profissional orienta ter sempre um kit de cuidados bucais à mão, pronto para ser usado a qualquer hora do dia.

Higienize a língua

A limpeza do órgão é igualmente importante em uma rotina de cuidados bucais. “A língua auxilia na mastigação dos alimentos e, por isso, concentra certa quantidade de detritos, além de bactérias que podem causar mau hálito”, comenta a dentista.

É importante que crianças também utilizem o fio dental, para criar o hábito desde cedo e garantir uma boa saúde bucal

Tenha alimentação balanceada

Não é segredo para ninguém que doces e guloseimas em geral não fazem bem aos dentes, causando cáries, que são incômodas e, se permanentes, tornam-se difíceis de tratar. “Nossa recomendação profissional é que os pacientes se acostumem a substituir alimentos com muito açúcar por outros ricos em fibras, além de frutas, verduras e legumes. Assim, é possível garantir não só uma saúde bucal de qualidade, como também uma vida mais saudável e equilibrada”, explica a especialista.

Invista na limpeza interdental

Limpar o espaço entre os dentes com produtos específicos é fundamental para quem busca uma rotina mais saudável, pois são lugares de difícil alcance para escovas regulares, o que facilita o surgimento de placas e de inflamação gengival. “As gengivas são importantes para suportar e nutrir os dentes. Qualquer doença na região compromete a arcada dentária, o maxilar e a mastigação, além de refletir no bom funcionamento do corpo humano”, finaliza Isabella.

Qual é a forma correta de usar o fio dental?

A sequência para usar o fio dental não faz diferença. Ou seja, ele pode ser usado tanto antes como após a escovação, contanto que remova a placa bacteriana e os resíduos de alimentos, deixando os dentes limpos e saudáveis.

Para a utilização correta, a dentista Flavia Mastrorosa, da Odonto Empresas, afirma que é necessário aproximadamente 40 centímetros de fio. “Passe o fio entre os dentes e a linha da gengiva. Faça os movimentos com cuidado, pois a intenção é limpar e não machucar. Passe o fio para cima e para baixo, alcançando todas as curvas de cada dente e deixando-o entrar cuidadosamente na linha da gengiva. A seguir, passe o fio para a frente e para trás, tirando a placa acumulada e os restos de comida”, orienta Flávia.

+ Como cuidar e higienizar os dentes de leite?

+ 5 dicas para prevenir a retração da gengiva

É muito importante que crianças também utilizem o fio dental, não somente para limpeza entre os dentes, mas para que criem o hábito de utilizá-lo sempre. “Assim, na fase adulta, seguirão a rotina de limpeza mais naturalmente, acarretando em uma saúde bucal mais completa”, sugere a dentista. “Mas, nada de entregar o fio na mão da criança e deixar que ela faça a higiene sozinha”, alerta ela. É importante participar desse momento e orientá-la, para que não ocorra nenhum acidente. Por volta dos 7 a 8 anos, as crianças estão atentas e com a destreza manual mais apurada e já podem começar a utilizar o fio sozinhas.

Fotos: Getty Images