Saúde e Bem-Estar

Depilar a região íntima aumenta o risco de contaminação por DSTs, aponta pesquisa

Depilar a região íntima aumenta o risco de contaminação por DSTs, aponta pesquisa

Um pesquisa divulgada recentemente no jornal científico Sexually Transmitted Infections traz um alerta para quem gosta de depilar a região íntima. De acordo com os pesquisadores, esse hábito aumenta as chances das pessoas contraírem doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

+ Como as DSTs podem levar à infertilidade

+ Abandonar a calcinha pode ser a chave para uma boa saúde íntima

Os cientistas envolvidos no projeto analisaram os dados levantados pela consultoria GfK em 2014. A empresa entrevistou 7.500 pessoas nos Estados Unidos, com idades entre 18 e 65 anos, para descobrir qual era a frequência que elas depilavam os pelos pubianos e se tinham alguma doença.

Os resultados mostraram que 74% dos voluntários já tinham raspado ou depilado a região íntima. Desses, 84% eram mulheres e 66% eram homens. Além disso, os participantes que haviam depilado a região genital tinham uma incidência mais alta de doenças sexualmente transmissíveis como herpes, sífilis ou clamídia.

Depois, as pessoas que se depilavam foram divididas em grupos: as que se depilavam mais de 11 vezes ao ano, as que faziam isso quase diariamente ou de forma semanal e as que eram ocasionalmente adeptas. Ao analisarem as respostas obtidas na segunda fase da pesquisa, o grupo de cientistas descobriu que a prevalência de DSTs foi de 13% entre os participantes.

A incidência de doenças sexualmente transmissíveis era de 8% entre as pessoas que nunca depilaram a região e de 14% entre os que fizeram isso ao menos uma vez. Já a taxa de infecção entre os adeptos à depilação integral era de 18%.

Os autores do estudo ainda não conseguiram estabelecer uma teoria concreta que explicasse a causa e efeito entre a depilação e a ocorrência de DTSs. Mas, uma das hipóteses é de que a depilação causa pequenos ferimentos na pele, que favorecem a entrada e contaminação de vírus e bactérias.

Foto: Getty Images

Mais em Saúde e Bem-Estar

Woman body on beach background

Dermatologista aponta os procedimentos estéticos que devem bombar em 2017

Carolina Romanini23/01/2017
execícios de cachorros 1 - reprodução

Personal cria treino para humanos que reproduz os movimentos dos cachorros

Mariana Castro23/01/2017
cerveja e ioga - imagem 1 - reproducao

Estúdio na Alemanha cria modalidade que mistura ioga com cerveja

Patricia Machado23/01/2017
woman beauty

Lente de contato dental: o que é e quando usar

Redação Apontador23/01/2017
Self-confident brunette looking at reflection

Procedimentos estéticos são alternativa à bichectomia

Patricia Machado20/01/2017
Sad baby in bed

Acupuntura pode ajudar bebês que choram excessivamente, diz pesquisa

Patricia Machado20/01/2017
Green tea

Sete benefícios do chá verde para a saúde

Mariana Castro19/01/2017
unhappy man suffering from backache at home

Casos de pedra nos rins são mais comuns no verão

Patricia Machado19/01/2017
young woman runner running on city bridge road

Exercícios de alta intensidade têm o mesmo efeito que atividades moderadas, diz estudo

Mariana Castro18/01/2017
makeup artist glues false eyelashes

Maquiagem nos olhos pode favorecer o surgimento de terçol

Redação Apontador18/01/2017
bebida alcoolica e aumento de apetite - getty images

Consumir bebida alcoólica aumenta o apetite, comprova estudo

Patricia Machado18/01/2017
Sick

Como diferenciar os sintomas da dengue, zika e chikungunya

Carolina Romanini17/01/2017
Mexican chili con carne in a pan on a wooden

Comida apimentada pode reduzir o risco de morte, aponta pesquisa

Mariana Castro16/01/2017
portrait of happy young business man at office

Levantar durante o trabalho ajuda a queimar calorias, diz estudo

Patricia Machado16/01/2017
Salt spilling on table from salt cellar

Reduzir o consumo de sal poderia salvar milhões de vidas, aponta estudo

Patricia Machado16/01/2017