Consumo de bacon pode causar problemas respiratórios, diz estudo

Por Mariana Castro em 22/12/2016

Se você quer mais um incentivo para optar pela dieta vegetariana ou, pelo menos, reduzir o consumo de carne vermelha, você vai se interessar por esta descoberta. Um novo estudo descobriu que comer carne processada, como presunto, bacon e salsicha, mais de quatro vezes por semana pode agravar os sintomas da asma.

+ Garotinha explica em vídeo emocionante porque não devemos comer carne

+ Passo a passo para se tornar vegetariano

Dados de quase mil pessoas foram analisados, revelando que o alto consumo de carne processada aumentava em 76% as chances de sofrer com sintomas como falta de ar e aperto no peito. O nitrato, conservante usado nesses alimentos, pode inflamar as vias respiratórias e gerar problemas na respiração, de acordo com a pesquisa publicada no jornal inglês de medicina respiratória, Thorax.

O estudo também sugere que o consumo elevado de carne processada pode causar sintomas da asma naqueles que nunca tiveram a doença. “Em participantes com asma, a dieta carnívora agrava a doença. Nos que não sofriam com a condição, foi observada uma incidência de sinais de asma que era compatível com esses hábitos alimentares”, dizia o estudo.

+ Evitar o consumo de carne pode ser o segredo para o emagrecimento, diz pesquisa

Pesquisas anteriores já haviam associado o consumo de carne ao desenvolvimento de câncer, devido ao seu modo de preparo que inclui adição de sal, conservantes ou modificações para manter seu sabor e durabilidade. Por exemplo, consumir 50 gramas de carne processada por dia, o que equivale a uma salsicha ou duas fatias de presunto, aumenta os riscos de desenvolver câncer no cólon em até 18%, segundo a Organização Mundial de Saúde.

Foto: Getty Images