Saúde e Bem-Estar

Conheça as vantagens e riscos da pílula anticoncepcional

Conheça as vantagens e riscos da pílula anticoncepcional

Criada há 56 anos por cientistas nos Estados Unidos, a pílula anticoncepcional é o método contraceptivo mais popular entre as mulheres. O motivo para tanto sucesso está no fato de que a taxa de eficácia do medicamento é de cerca de 99% e, além disso, ela ajuda a regularizar o ciclo menstrual e melhorar a qualidade da pele.

+ As principais dúvidas sobre a primeira consulta ao ginecologista

+ Três dicas para o início da vida sexual

“A pílula pode ser utilizada para tratar diversas condições no organismo da mulher, como sangramento aumentado, síndrome do ovário policístico, pólipos, cistos no ovário, acne, endometriose e regularização do ciclo menstrual”, explica Paulo Margarido, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade Santa Joana. “O medicamento também diminui as chances de câncer no endométrio, pois o contraceptivo favorece a proteção da membrana e protege contra câncer de ovário”, completa.

Atualmente, a indústria farmacêutica produz pílulas com diferentes taxas hormonais. Por esse motivo, o seu uso deve ser prescrito por um médico, caso contrário, o comprimido pode ser prejudicial à saúde. “É importante visitar um ginecologista antes de começar o tratamento com pílula, pois as indicações e reações podem variar de mulher para mulher. Caso a paciente comece a usar pílula sem orientação, ela corre riscos de sofrer com efeitos colaterais e até uma gravidez indesejada”, alerta o médico.

De acordo com o especialista, quem faz uso da pílula anticoncepcional pode desenvolver dor de cabeça, enxaqueca, maior retenção de líquido ou ganho de peso. “Esses efeitos ocorrem por causa do estrogênio, presente na maioria dos anticoncepcionais, que pode desencadear aumento de apetite e da progesterona, induzindo a retenção de líquido e deixando a mulher mais inchada”, afirma Paulo.

O método contraceptivo oral pode perder eficácia quando associado a outros tipos de medicamentos como antibióticos, anti-inflamatórios, e anticonvulsivantes. Por isso, é importante que o paciente avise o médico que está prescrevendo outras medicações sobre o uso da pílula.

Além disso, ao contrário do que se imagina, a pílula não prejudica a fertilidade. No entanto, fumantes, mulheres com histórico de trombose na família, pacientes com enxaqueca frequente, obesas, diabéticas e hipertensas mal controladas devem evitar o uso do medicamento. “Mulheres fumantes com mais de 35 anos, ao tomar a pílula, têm mais chances de desenvolver derrame, infarto e aumento da pressão arterial”, alerta o médico.

Foto: Getty Images

Mais em Saúde e Bem-Estar

old woman looking in a window

Depressão na terceira idade: sintomas e tratamento

Mariana Castro27/04/2017
Salt spilling on table from salt cellar

Excesso de sal na comida pode aumentar a sensação de fome, revela pesquisa

Mariana Castro27/04/2017
Iced cola

Refrigerante diet aumenta os riscos de AVC e demência, diz estudo

Mariana Castro25/04/2017
teenager lay on the floor in the room

Uso diário de dispositivos móveis pode prejudicar o sono das crianças, diz estudo

Mariana Castro24/04/2017
Fat on stomach

Mais da metade dos brasileiros está acima do peso, revela pesquisa

Mariana Castro24/04/2017
Friends in the cafe

Álcool compromete o cérebro mesmo sem causar embriaguez, diz pesquisa

Mariana Castro20/04/2017
Girl looking in the mirror

Cinco sinais de que sua pele está envelhecendo rápido

Patricia Machado19/04/2017
Businessman sleeping on the couch

Sonecas deixam as pessoas mais felizes, garante pesquisa

Mariana Castro18/04/2017
Pampering cream

Quatro hábitos que podem prejudicar a pele no inverno

Patricia Machado18/04/2017
Teen woman with headache holding her hand to head

Enxaqueca influencia no desenvolvimento de transtorno de ansiedade, conclui pesquisa

Mariana Castro17/04/2017
Woman doing yoga exercise

Meditar regularmente pode ajudar a reduzir o estresse, diz estudo

Mariana Castro17/04/2017
Portrait of a beautiful little girl with strawberry

Consumir frutas pode reduzir o risco de diabetes, aponta pesquisa

Mariana Castro17/04/2017
Sad little girl

Problema auditivo pode prejudicar o aprendizado das crianças na escola

Mariana Castro11/04/2017
mother teaching daughter to cut vegetables

Mitos e verdades da dieta vegana

Mariana Castro10/04/2017
assadura em bebes - istock

Dicas para tratar assaduras em bebês

Mariana Castro10/04/2017