Saúde e Bem-Estar

Conheça as vantagens e riscos da pílula anticoncepcional

Conheça as vantagens e riscos da pílula anticoncepcional

Criada há 56 anos por cientistas nos Estados Unidos, a pílula anticoncepcional é o método contraceptivo mais popular entre as mulheres. O motivo para tanto sucesso está no fato de que a taxa de eficácia do medicamento é de cerca de 99% e, além disso, ela ajuda a regularizar o ciclo menstrual e melhorar a qualidade da pele.

+ As principais dúvidas sobre a primeira consulta ao ginecologista

+ Três dicas para o início da vida sexual

“A pílula pode ser utilizada para tratar diversas condições no organismo da mulher, como sangramento aumentado, síndrome do ovário policístico, pólipos, cistos no ovário, acne, endometriose e regularização do ciclo menstrual”, explica Paulo Margarido, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade Santa Joana. “O medicamento também diminui as chances de câncer no endométrio, pois o contraceptivo favorece a proteção da membrana e protege contra câncer de ovário”, completa.

Atualmente, a indústria farmacêutica produz pílulas com diferentes taxas hormonais. Por esse motivo, o seu uso deve ser prescrito por um médico, caso contrário, o comprimido pode ser prejudicial à saúde. “É importante visitar um ginecologista antes de começar o tratamento com pílula, pois as indicações e reações podem variar de mulher para mulher. Caso a paciente comece a usar pílula sem orientação, ela corre riscos de sofrer com efeitos colaterais e até uma gravidez indesejada”, alerta o médico.

De acordo com o especialista, quem faz uso da pílula anticoncepcional pode desenvolver dor de cabeça, enxaqueca, maior retenção de líquido ou ganho de peso. “Esses efeitos ocorrem por causa do estrogênio, presente na maioria dos anticoncepcionais, que pode desencadear aumento de apetite e da progesterona, induzindo a retenção de líquido e deixando a mulher mais inchada”, afirma Paulo.

O método contraceptivo oral pode perder eficácia quando associado a outros tipos de medicamentos como antibióticos, anti-inflamatórios, e anticonvulsivantes. Por isso, é importante que o paciente avise o médico que está prescrevendo outras medicações sobre o uso da pílula.

Além disso, ao contrário do que se imagina, a pílula não prejudica a fertilidade. No entanto, fumantes, mulheres com histórico de trombose na família, pacientes com enxaqueca frequente, obesas, diabéticas e hipertensas mal controladas devem evitar o uso do medicamento. “Mulheres fumantes com mais de 35 anos, ao tomar a pílula, têm mais chances de desenvolver derrame, infarto e aumento da pressão arterial”, alerta o médico.

Foto: Getty Images

Mais em Saúde e Bem-Estar

camisa sonora - imagem 3 - reproducao

Camisa tecnológica permite que deficientes auditivos “sintam” músicas clássicas

Mariana Castro26/05/2017
Tired man being overloaded at work

Dormir pouco pode afetar a aparência e arruinar a vida social das pessoas, diz estudo

Mariana Castro24/05/2017
HIV blood sample

Anvisa registra primeiro teste rápido para detecção do HIV

Patricia Machado23/05/2017
Woman sitting curled up

Ansiedade não controlada pode evoluir para sérios transtornos psicológicos

Mariana Castro23/05/2017
young woman sitting on couch and blowing nose

Problemas respiratórios aumentam as chances de infarto, diz pesquisa

Mariana Castro22/05/2017
Looking in mirror

França aprova lei que proíbe modelos extremamente magras

Mariana Castro22/05/2017
Hand Holding Small Marijuana Leaf with Cannabis Plants in Background

Anvisa reconhece Cannabis sativa como planta medicinal

Mariana Castro18/05/2017
Young woman picking her nails

Ansiedade: entenda o transtorno, sintomas e tratamentos

Mariana Castro16/05/2017
Fitness female athlete lifting weights in gym

Falar palavrões durante atividades físicas deixa as pessoas mais fortes, revela pesquisa

Mariana Castro12/05/2017
Pink breast cancer awareness ribbon in hand

Estudantes criam sutiã capaz de detectar sinais de câncer de mama

Mariana Castro11/05/2017
Woman hands holding cigarette outdoor.

Cigarro estimula produção de enzima que entope as artérias, conclui pesquisa

Mariana Castro10/05/2017
aula de cochilo - reproducao

Academia oferece aula de cochilo para queimar calorias e aliviar estresse

Mariana Castro09/05/2017
Close up of massage shoulder

Fazer massagem pode ser tão bom para o bem-estar quanto receber, revela estudo

Mariana Castro05/05/2017
Beautiful woman using mascara in bathroom

Dicas para manter os cílios fortes e saudáveis

Patricia Machado03/05/2017
Tired woman with tea in kitchen

Dormir muitas horas seguidas não compensa o ‘sono acumulado’, afirma pesquisa

Mariana Castro02/05/2017