Saúde e Bem-Estar

Como prevenir problemas na garganta durante o tempo seco

Como prevenir problemas na garganta durante o tempo seco

Com a chegada do frio e da baixa umidade do ar, o tempo seco predomina.

Nessa situação, é muito comum sentir incômodo na garganta, nariz e nos olhos. Em alguns casos, esses sintomas já sinalizam gripes e resfriados.

+ Como diferenciar a gripe do resfriado?

Em geral, essas irritações acontecem por que os agentes responsáveis pelo agravamento das alergias, como a poeira e a poluição, ficam um período maior suspensos no ar. A baixa umidade, além de contribuir para que as crises alérgicas sejam desencadeadas, também modifica o funcionamento das vias respiratórias superiores, podendo predispor doenças infecciosas como gripes e resfriados.

+ Vitaminas e suplementos que ajudam a fortalecer a imunidade

“É muito comum que um sintoma leve ao outro. A obstrução nasal, por exemplo, mesmo que inicialmente seja isolada, leva a respiração pela boca e pode gerar desconforto e dor de garganta”, explica a gerente médica da unidade de Medicamentos Isentos de Prescrição do Aché Laboratórios, Talita Poli Biason.

Confira as dicas da especialista de como prevenir problemas na garganta durante o tempo seco com cuidados básicos:

Beba bastante água

água inverno

No mínimo, dois litros de água todos os dias. Isso ajuda a manter o organismo hidratado, auxilia na prevenção de doenças respiratórias e alivia a irritação na garganta.

Mantenha o ambiente sempre higienizado

mesa organizada

Em casa ou no trabalho, é essencial deixar todas as superfícies limpas para evitar a disseminação de microorganismos. Para isso, basta utilizar um pano úmido com água e sabão a fim de remover o acúmulo de poeira.

Lave as mãos

ThinkstockPhotos-518179926

Esse cuidado é necessário sempre que entrar em casa, na hora de manipular alimentos ou após usar o banheiro.

Fique atento ao cardápio

salada de frutas

Invista no consumo de alimentos saudáveis e fontes de líquidos. Algumas sugestões são saladas variadas e frutas como melão, melancia, abacaxi, maçã, ameixa vermelha e morango.

Pratique exercícios no horário certo

Exercício no inverno

O ideal é treinar nos horários em que a umidade do ar não esteja tão baixa. Em geral, isso costuma ocorrer pela manhã.

Mais em Saúde e Bem-Estar

Feeling tired and stressed.

Ficar muito tempo sentado contribui para o envelhecimento, aponta pesquisa

Patricia Machado24/01/2017
Woman eats night stole the refrigerator

Alimentos que ajudam a aliviar os sintomas da TPM

Mariana Castro24/01/2017
Showing test results

Infertilidade masculina: conheça as causas e tratamentos disponíveis

Redação Apontador24/01/2017
Woman body on beach background

Dermatologista aponta os procedimentos estéticos que devem bombar em 2017

Carolina Romanini23/01/2017
execícios de cachorros 1 - reprodução

Personal cria treino para humanos que reproduz os movimentos dos cachorros

Mariana Castro23/01/2017
cerveja e ioga - imagem 1 - reproducao

Estúdio na Alemanha cria modalidade que mistura ioga com cerveja

Patricia Machado23/01/2017
woman beauty

Lente de contato dental: o que é e quando usar

Redação Apontador23/01/2017
Self-confident brunette looking at reflection

Procedimentos estéticos são alternativa à bichectomia

Patricia Machado20/01/2017
Sad baby in bed

Acupuntura pode ajudar bebês que choram excessivamente, diz pesquisa

Patricia Machado20/01/2017
Green tea

Sete benefícios do chá verde para a saúde

Mariana Castro19/01/2017
unhappy man suffering from backache at home

Casos de pedra nos rins são mais comuns no verão

Patricia Machado19/01/2017
young woman runner running on city bridge road

Exercícios de alta intensidade têm o mesmo efeito que atividades moderadas, diz estudo

Mariana Castro18/01/2017
makeup artist glues false eyelashes

Maquiagem nos olhos pode favorecer o surgimento de terçol

Redação Apontador18/01/2017
bebida alcoolica e aumento de apetite - getty images

Consumir bebida alcoólica aumenta o apetite, comprova estudo

Patricia Machado18/01/2017
Sick

Como diferenciar os sintomas da dengue, zika e chikungunya

Carolina Romanini17/01/2017