Como cuidar e higienizar os dentes de leite?

Por Patricia Machado em 10/07/2017

Os cuidados com a saúde bucal dos filhos devem começar durante a gestação. As mães precisam ter uma alimentação baseada e rica em proteínas, cálcio e fibras para que os pequenos tenham dentes fortes. Após o nascimento, os pais são orientados a desenvolver uma rotina para cuidar dos dentes de leite, que também são chamados de dentes decíduos. Isso evitará problemas futuros, como o desenvolvimento incorreto dos ossos e músculos da face.

+ Como cuidar da saúde bucal durante a gravidez?

+ Quando extrair o dente do siso?

De acordo com Rosane Menezes Faria, dentista da Caixa Seguradora Odonto, operadora de planos odontológicos, antes mesmo dos dentes aparecerem, os pais devem fazer a higienização correta da boca dos bebês. A limpeza deve ser feita com uma gaze umedecida com água filtrada após as mamadas para remoção dos resíduos de leite. “É uma prática que proporciona um ambiente mais saudável para receber os dentinhos e também cria hábitos de higiene desde cedo”, afirma a especialista.

Os dentes de leite começam a nascer a partir dos seis meses de vida. Nesta idade é necessário a utilização de uma dedeira especial e macia para escovar os dentes pelo menos uma vez ao dia. A partir do primeiro ano de vida, a rotina de escovação completa pode ser introduzida no dia a dia. “O pequeno deve escovar os dentes com uma escova macia e de cabeça pequena pelo menos três vezes ao dia e deve usar uma pequena quantidade de pasta de dente com flúor”, orienta Rosane.

Faz mal usar pastas que contêm flúor?

Em 2015, uma nova determinação da Academia Americana de Pediatria aconselhou que os primeiros dentes dos bebês fossem higienizados com cremes que tivessem flúor na fórmula. Na ocasião, a recomendação causou surpresa aos profissionais de saúde. “Antigamente, havia medo de que o creme dental ingerido pelos bebês levasse à intoxicação e fluorose, enfermidade que provoca manchas brancas permanentes nos dentes durante sua formação”, explica a dentista.

closeup of a Baby teeth

Os dentes de leite começam a nascer a partir dos seis meses de vida

No entanto, de acordo com a especialista, existe uma interpretação errada quando afirma-se que o creme dental causa fluorose. Na verdade, isso é ocasionado pelo excesso de flúor ingerido pela criança. “A pasta precisa ser usada, mas na quantidade que é recomendada pelo odontopediatra. Para evitar problemas, sempre deve haver a supervisão de um adulto”, afirma Rosane.

A Associação Brasileira de Odontopediatria recomenda que o uso de pastas de dentes em bebês e crianças que não sabem cuspir deve ter a quantidade equivalente a um grão de arroz (0,1g). Já nos pequenos que têm essa autonomia, a quantidade precisa ser equivalente a um grão de ervilha (0,3g).

Importância dos dentes de leite

Os dentes de leite são importantes porque preparam o organismo para o crescimento dos dentes permanentes, servindo como um guia para eles nascerem de forma correta. “A perda prematura dos dentes de leite é considerada um dos fatores para o desenvolvimento de uma articulação anormal dos dentes definitivos”, explica Rosane. Além disso, os decíduos auxiliam no crescimento e desenvolvimento adequado dos ossos e músculos da face, ajudam na pronuncia correta das palavras e contribuem para melhor aparência.

Por serem temporários, muitas vezes os pais não se atentam para a devida relevância da escovação dos dentes de leite. Mas, para evitar que problemas apareçam, o ideal é levar os pequenos periodicamente ao odontopediatra, realizar higiene bucal corretamente e sempre incentivar uma alimentação adequada. “A união dessas práticas ajuda a garantir uma boca saudável e dentes mais fortes”, garante a dentista.

Foto: Getty Images