Cinco erros que cometemos quando estamos estressados

Por em 04/08/2016

Você já parou para analisar o seu comportamento em situações de estresse? Fala mais alto? Desconta a raiva em outras pessoas? Fica remoendo as coisas?

Seja qual for a sua atitude, o fato é que nenhuma delas ajuda, efetivamente, a controlar o estresse. Além disso, esses pequenos surtos ainda podem nos colocar em situações de vulnerabilidade e arrependimento.

+ Dicas para evitar o estresse

+ Estudo comprova que viver perto da água diminui o estresse

O site Huffington Post listou cinco erros que cometemos quando estamos estressados e explicou porque eles não ajudam em nada — e, por vezes, podem até piorar a situação.

Acompanhe:

Descontar a raiva em outra pessoa

Furious mother arguing with her ​​teenage daughter

Colocar as emoções para fora pode parecer uma boa saída, mas tenha cuidado. Alguns estudos alertam para o fato de que o estresse é contagioso e, portanto, você pode acabar transmitindo esse sentimento ruim para outra pessoa. Ao invés de sair tagarelando sobre os seus problemas para alguém, tente fazer algo que lhe dê prazer e aproveite a companhia de alguém que você gosta.

Tomar decisões importantes

Real Estate Agent With Couple Buying New Apartment

Nem pense em tomar decisões importantes sob estresse! Um estudo de Harvard monitorou um grupo de estudantes e atestou que eles tomavam piores decisões quando estavam estressados. A dica é: jamais assine um contrato ou desfaça um relacionamento em momentos de crise.

Adiar as responsabilidades

Man playing with model motorcycle at desk in office

Empurrar as coisas com a barriga é outro erro que as pessoas estressadas cometem. De acordo com o psicólogo Carl Pickhardt, adiar tarefas importantes pode gerar a sensação de que a gente precisa do estresse na nossa vida: “As pessoas parecem ter se tornado dependentes do estresse para sentirem-se motivadas”. Para evitar esse comportamento, tente dividir o seu trabalho e executá-lo em partes.

Ficar remoendo pensamentos

Confused looking man

Um estudo de 2013 publicado no jornal Plos One revelou que pessoas que ficam remoendo pensamentos negativos têm mais chances de desenvolver ansiedade e depressão. O estudo ainda sugere que a sua reação a determinado evento pode ter maior impacto sobre as suas emoções do que o evento em si. Moral da história: o que não pode ser remediado, remediado está. E vida que segue!

Ficar sem dormir

Alarm clock on night table

O estresse pode afetar o sono e a pior coisa que você pode fazer é ceder. Para conseguir dormir, vale tudo: desde ouvir áudios que reproduzem sons da natureza (no lugar de assistir televisão, por exemplo), até espalhar aromas calmantes como os de lavanda e camomila pelo quarto.