Saúde e Bem-Estar

Autistas têm mais chances de desenvolverem ansiedade, diz pesquisa

Autistas têm mais chances de desenvolverem ansiedade, diz pesquisa

Pessoas com autismo têm cinco vezes mais chances de desenvolverem transtornos de ansiedade. A descoberta é de um estudo comandado pelas universidades New Castle University, Brigham Young University e City University.

+ Casais que engordam juntos são mais felizes, diz pesquisa

+ Pesquisadores podem ter descoberto o que realmente faz as pessoas felizes

Estudos anteriores já haviam relevado os principais fatores que contribuem para o desenvolvimento da patologia, como a dificuldade de lidar com incertezas, problemas em aceitar experiências emocionais e a alexitimia, que é a incapacidade de reconhecer emoções nos outros e de expressar sentimentos.

No entanto, o estudo recente foi o primeiro dedicado a entender como a alexitimia pode influenciar no desenvolvimento de ansiedade em pessoas autistas.

Muitas pessoas caracterizam os autistas como frios, antissociais e desinteressados. Mas a pesquisa descobriu que, na verdade, eles sentem tanto quanto qualquer outra pessoa e é a alexitimia que os impede de serem empáticos, uma vez que são incapazes de entender as emoções de terceiros e as suas próprias.

Como o estudo foi realizado?

Para entender como esse traço pode influenciar no desenvolvimento da ansiedade em pessoas autistas, foram recrutados 151 adultos – sendo 76 delesdiagnosticados com o autismo. Os voluntários foram submetidos a questionários que mediam a presença de sintomas autistas como a ansiedade, a aceitação emocional, a intolerância para incertezas e a alexitimia.

Como esperado, o resultado mostrou que pessoas com autismo apresentam níveis mais altos de ansiedade, pois não sabem reagir às suas experiências emocionais.

Os pesquisadores sugerem que atividades que exercitem a atenção podem ser revolucionárias no tratamento do transtorno.

“Ao invés de se preocupar com o passado e o futuro, terapias que trabalhem a concentração são altamente indicadas. Elas ajudam o indivíduo a ter consciência de cada momento que ele vive, além de identificar, entender e aceitar emoções e sensações”, disse Sebastian Gaigg, um dos autores do estudo.

Foto: Pixabay

Saúde e Bem-Estar

Mais em Saúde e Bem-Estar

Neurons in the brain

Cientistas criam mão robótica para ajudar pessoas tetraplégicas

Patricia Machado09/12/2016
Woman in pain laying in bed

Terapia virtual pode ajudar no tratamento da insônia

Redação Apontador09/12/2016
Pain in abdomen

Depilar a região íntima aumenta o risco de contaminação por DSTs, aponta pesquisa

Patricia Machado08/12/2016
People celebrating

Abusar do álcool na adolescência afeta a memória, diz pesquisa

Patricia Machado08/12/2016
Choosing between apple and doughnut

Fazer diferentes dietas com frequência contribui para o ganho de peso, diz estudo

Mariana Castro08/12/2016
Male doctor checking mammography machine scan with patient woman

Dor nas mamas: quando é normal e quando é preciso investigar

Redação Apontador07/12/2016
A closeup of a woman doing yoga outside with two other women

Ioga se transforma em patrimônio da humanidade

Patricia Machado06/12/2016
Happy smiling child enjoys listens to music in headphones

Cientistas criam playlist capaz de reduzir a ansiedade e o estresse

Mariana Castro06/12/2016
The pregnant woman who has an examination

Maioria das mães brasileiras não planejava engravidar, aponta estudo

Patricia Machado05/12/2016
man in bed eyes opened suffering insomnia and sleep disorder

Dormir com raiva favorece a criação de memórias negativas, diz pesquisa

Mariana Castro05/12/2016
hands of Concerned Women for medical report written by doctor

Mitos e verdades sobre a endoscopia

Patricia Machado05/12/2016
Happy little girl outdoors

Falta de exposição à luz do dia contribui para o desenvolvimento de miopia, aponta estudo

Mariana Castro05/12/2016
HIV blood sample

Mais de 110 mil brasileiros têm o vírus do HIV e não sabem disso, aponta relatório

Patricia Machado01/12/2016
Selection of tropical fruits on white background

Laranja e abacaxi são os alimentos que contém mais agrotóxicos

Mariana Castro01/12/2016
Pretty Woman makes a choice between bad food

Coaching de emagrecimento é novidade para quem deseja perder peso

Carolina Romanini01/12/2016