Chaplin, o Musical tem novos espetáculos em São Paulo até 29 de julho

Por Mariana Castro em 11/06/2018

Terno, bengala, chapéu e um bigode robusto. Acrescente essas características a uma cena do cinema mudo. Quem vem logo à mente é Charlie Chaplin, que, mais de um século depois, segue no imaginário popular. Até o dia 29 de julho, o público brasileiro terá uma nova chance de ver Jarbas Homem de Mello dando vida a esse ícone da sétima arte com a reestreia de Chaplin, o Musical, no Theatro NET, em São Paulo.

+ Celebridades brasileiras que se superaram na vida

+ Grupos de pagode que marcaram os anos 90

“Acho que fizemos uma temporada curta da última vez e devíamos isso ao público. Encerramos as apresentações em 2015 com a casa lotada”, explica Jarbas, em meio a sua preparação para voltar ao papel. “É o desafio de sempre: apagar o personagem do trabalho anterior e começar a construir o Chaplin de novo”, continua ele.

E bota desafio nisso. Afinal, Jarbas interpreta Charlie Chaplin dos 13 aos 82 anos, o que envolve um trabalho minucioso de preparação. “O desafio aqui é conseguir fazer essa curva dramática, contando a história de um homem com diversos timbres de voz, mudanças gestuais, com a coluna mais ereta e depois mais curvada”, explica o ator. “E conseguir fazer isso de uma maneira muito verdadeira, para que o público embarque nessa história comigo”, conta ele, que foi assistido por 80 mil pessoas na primeira temporada, em 2015.

A versão brasileira é assinada por Miguel Falabella e apresenta a trajetória de Charlie Chaplin desde sua infância pobre, em Londres, até o estrelato. Claudia Raia atua mais uma vez nos bastidores. Ao lado de Sandro Chaim, ela produz o espetáculo, que ganhou diversos prêmios e indicações. “Sabíamos do sucesso, mas não podíamos imaginar que mais de dois anos depois o público ainda estivesse com a história que contamos tão presente. Por isso, ouvimos o apelo”, comemora Claudia.

Para a família

Com classificação livre, Chaplin, O Musical é um programa para toda família curtir. “Não tem idade para se encantar com essa história. É tudo muito mágico: o cenário, a caracterização. Nós atravessamos nove décadas para contar essa história e isso fica evidente no palco. Meninos e meninas vão se identificar”, aposta Claudia.

No palco do Theatro Net SP, o espetáculo traz interpretações musicais grandiosas, que incluem canções originais adaptadas e também cinco músicas compostas especialmente para a montagem brasileira. A narrativa ainda é enriquecida com projeções de trechos dos principais filmes dirigidos e encenados por Chaplin.

  • Onde? Theatro NET São Paulo
  • Quando? Quintas, sextas e sábados até dia 29 de julho
  • Quanto? Ingressos a partir de R$37,50 através do site

Foto: Divulgação