Dicas para usar mantas na decoração do seu sofá

Por em 17/09/2018

É a sintonia entre elementos de cores, texturas e acabamentos diferentes que deixa uma decoração de interiores mais atrativa. Jogar uma manta colorida e diferente sobre um sofá é uma tendência que está crescendo. Existem peças têxteis como esta adequadas a todo o tipo de proposta, com padrões floridos, quadriculados e mais. E somadas às almofadas, elas são capazes de transformar qualquer ambiente.


Foto: By Kami

Sem dúvidas, as mantas são acessórios bem interessantes e que devem ser exploradas pelos projetistas na hora de compor uma ambientação para sala ou quarto. Talvez não haja forma mais simples, rápida e barata de transformar o visual de um cômodo. O Viva Decora selecionou algumas dicas para você escolher a manta certa pra sua casa. Confira:

Vantagens

As mantas podem ser usadas para diversas finalidades. Quando um sofá já está antigo, desgastado ou manchado, e a pessoa não tem dinheiro para comprar um novo, basta recorrer a uma capa. O mesmo vale para sofás novos em uma residência em que há animais que podem danificar o móvel.

+ Quatro dicas para deixar a sala mais moderna usando o sofá

+ Sete inspirações para decorar um quarto de casal


Para renovar ou preservar o look de vários pontos da decoração, a pessoa pode se valer facilmente das mantas. Além de fáceis de limpar, elas trazem uma sensação de conforto, principalmente nas temperaturas baixas do inverno. Mas, é claro, também existem mantas de panos leves, tecidos mais finos e próprias para serem utilizadas no verão.

Foto: Noma Estúdio

Decoração

Não é preciso colocar mantas por todos os cantos da casa. É preciso uma certa dose de bom senso para não exagerar. As intenções de quem decora podem variar, mas o equilíbrio visual do ambiente tem de prevalecer. Mantas são peças complementares, mas também merecem destaque especial.

Foto: Hildebrand Silva Arquitetura

Cores e estampas

O primeiro passo para acertar na escolha das mantas é descobrir qual a combinação de cores certa entre ela e o sofá. Além disso, deve se levar em consideração a estampa e a textura dos materiais de ambas as peças. Se o estofado é liso, de uma cor e sem padrões evidentes, o ideal é o acompanhamento de acessórios coloridos com tramas mais marcantes. Na situação oposta, o melhor são os itens em características igualmente opostas.

Foto: Decoradoria Decoração Online e Marília Veiga

Quanto às cores, uma ideia é combinar as mantas e almofadas não com o sofá, mas com outros itens da decoração. Os tecidos coloridos dão um toque mais alegre aos ambientes. As nuances mais claras, como os off-white, são mais fáceis de combinar e ainda ajudam a clarear os espaços. Já as mais escuras, tornam o cenário mais “fechado” – uma sensação até gostosa quando se trata da época mais fria do ano.

Foto: Yamagata Arquitetura

Materiais

Definir o estilo de decoração da sua casa e a sensação que gostaria de passar são boas perguntas para definir o tipo de material da sua manta. As peles sintéticas dão sempre um ar sofisticado aos ambientes, mas não são muito indicadas para as mantas de sofá. Nesse caso, os tipos de tecidos ideais são o algodão, a linha, a seda e a lã.

O maxi tricô é feito de uma fibra natural e, como tal, tem a vantagem de ser boa absorvente – uma característica que ajuda na sensação de conforto. Peças como essa podem ser lavadas normalmente, ideais para pessoas que sofrem com as mudanças de temperatura e com alergias.

Foto: Fábio Morozini

Arrumação

A coberta pode ficar posta sobre o encosto ou o fim do assento do estofado. Uma opção diferente é dobrá-la de modo a criar um triângulo de cor. Para um efeito mais despojado, basta arrumar a manta de de forma mais espontânea em cima do sofá. Como o efeito é mais descontraído, não tem problema se a manta tiver um efeito drapeado ou encostar um pouco no chão.

Foto: Casacor SP

Por Viva Decora