Life Style

Como se proteger do zika vírus

Como se proteger do zika vírus

De acordo com o último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, 3.852 casos suspeitos de microcefalia são investigados no Brasil. E o vírus zika é apontado como o principal agente causador do aumento dos casos de bebês com a condição no país.

+ Vacina contra o zika vírus deve ser criada em pelo menos 2 anos, diz ministro

+ Estudo confirma a transmissão do zika vírus via placenta

A microcefalia é uma má formação cerebral que faz com que bebês nasçam com a circunferência cerebral menor do que o esperado – geralmente inferior a 33 cm. Isso traz consequências para o desenvolvimento de funções motoras e cognitivas da criança.

“As crianças nascidas com essa alteração podem apresentar dificuldade na amamentação, crises convulsivas, atraso no desenvolvimento neuropsicomotor, prejuízo intelectual e déficit motor”, explica Aleksandro Belo Ferreira, pediatra do Hospital Assunção.

zika-virus

O modo mais conhecido de transmissão do vírus é por meio da picada do mosquito Aedes aegypti, mesmo transmissor da dengue e febre do Chikungunya. “A pessoa infectada apresenta febre, que não é tão alta como a da dengue, dores musculares e manchas, que são mais evidentes no tronco e causam coceira. Esse quadro dura entre 3 e 4 dias e desaparece com ou sem tratamento”, explica Jacyr Pasternak, infectologista do Hospital Israelita Albert Einstein.

Devido ao aumento dos casos, a Organização Mundial de Saúde (OMS) e Organização Pan-Americana de Saúde emitiram alerta mundial sobre uma epidemia de vírus zika. Pelo menos 22 países e territórios já confirmaram a circulação do vírus desde maio de 2015.

“Ainda não existem estudos científicos que comprovem o período gestacional de maior incidência do zika, mas acredita-se que o primeiro trimestre é o que apresenta mais riscos ao bebê. É nessa fase que o bebê está se formando e mais vulnerável aos agentes que causam má formação fetal”, diz Javier Miguelez, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim.

Como se proteger do zika vírus?

O primeiro passo para se proteger do vírus que pode causar a microcefalia é eliminar os possíveis focos do mosquito e evitar viajar para as áreas endêmicas. Além disso, é importante utilizar calças e blusas de manga comprida e tecidos grossos para diminuir as áreas expostas do corpo.

“O que muita gente não sabe é que roupas com cores escuras e alguns perfumes atraem os insetos”, explica Aleksandro. A instalação de telas protetoras em janelas e portas e mosquiteiros sobre a cama também são alternativas para se proteger do mosquito.

“O mosquito costuma agir no começo e no final do dia. É importante ficar atento à presença deles até às 9h e entre às 17h e 21h”, afirma Wylma Maryko Hossaka, pediatra do Hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo.

barriga gravida

Para prevenir a doença, recomenda-se ainda o uso de repelentes em adultos e crianças a partir dos 6 meses. Conforme divulgado pelo Ministério da Saúde, as três substâncias capazes de afastar o mosquito Aedes aegypti são icaridina, IR3535 (etil butilacetilaminopropionato) e DEET (dietiltoluamida).

“Atualmente, o repelente mais utilizado é a base de icaridina, porque ele tem maior duração, que é de cerca de 10 horas. Os demais repelentes apresentam um intervalo de aplicação menor. Dependendo do produto escolhido, é importante repassá-lo a cada 2 ou 4 horas”, diz Wylma.

De acordo com o pediatra Aleksandro, ao escolher o repelente é importante observar a concentração do princípio ativo:

  • IR3535 entre 12,5% e 20%: para crianças acima de 6 meses. Exemplo do produto: Johnson & Johnson® loção anti-mosquito
  • DEET entre 5% e 10%: utilizado em crianças com mais de 2 anos. Exemplo do produto: OFF Kids®
  • Icaradina entre 10% e 25%: usado a partir de 2 anos de idade e em gestantes. Exemplo de produto: Exposis®

Cuidados na hora de passar o repelente

  • O repelente deve ser usado somente nas áreas expostas
  • O produto deve ser aplicado sobre as roupas
  • Sempre aplique o repelente por último, ou seja, por cima do hidratante, filtro solar ou maquiagem
  • Verifique na embalagem o tempo de duração do repelente e sempre reaplique o mesmo nos intervalos indicados
  • Evite o contato do repelente com as mucosas (olho, boca, nariz)
  • No caso de crianças pequenas, evite passar o repelente na mão porque elas podem colocar o membro na boca
  • Recomenda-se que os pais passem o repelente primeiro na sua mão e depois passem na criança. Isso ajuda a evitar qualquer tipo de alergia

“É importante evitar o uso de soluções caseiras, citronela ou mesmo vitamina B para se proteger do vírus zika. Não existem estudos que comprovem a eficácia disso na proteção contra o mosquito”, orienta Wylma.

Como escolher um bom repelente

A associação Proteste avaliou dez marcas de repelentes existentes no mercado para descobrir a real proteção (em horas) contra as espécies de mosquitos Aedes aegypti e Culex quinquefasciatus, a veracidade das informações do rótulo e se a composição dos produtos apresenta risco de causar alergias ou efeitos adversos a longo prazo.

Dentre os produtos para uso familiar, a marca Exposis teve o melhor desemprenho no teste de eficácia. Trata-se de um repelente à base de icaridina que está entre os recomendados por Javier Miguelez, ginecologista e obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim.

produtos exposis

Foto: Thinkstock / Pixabay

Mais em Life Style

father and son on sunset beach

Sete dicas de presentes para o Dia dos Pais

Carolina Romanini09/08/2016
rio de janeiro - thinkstock

Gírias cariocas para entender o “carioquês”

Patricia Machado06/07/2016
coisas típicas de carioca

Seis símbolos da cultura carioca

Mariana Lucas06/07/2016
Mulheres jovens sao menos propensas a negociar ofertas de trabalho

Pesquisa: Mulheres mais jovens são menos propensas a negociar ofertas de trabalho

Camila Natalo01/07/2016
Mulheres com decote tem 19 vezes mais chances de sucesso em entrevistas de emprego

Mulheres com decote têm 19 vezes mais chances de sucesso em entrevistas de emprego

Camila Natalo29/06/2016
cinquentona com corpo escultura - capa - reproducao

Cinquentona impressiona com corpo escultural

Patricia Machado27/06/2016
garoto triste e isolado - thinkstock

Ausência do pai é prejudicial na criação de meninos e pode levar ao suicídio, diz especialista

Mariana Castro24/06/2016
aperto de mao

Fraco aperto de mão dos jovens pode resultar em desemprego, diz pesquisa

Patricia Machado23/06/2016
Fisiculturista mais velha do mundo completa 80 anos e revela segredos para se manter em forma

Fisiculturista mais velha do mundo completa 80 anos e revela segredos para se manter em forma

Camila Natalo20/06/2016
Latam Divulga

LinkedIn divulga lista das empresas mais procuradas para trabalhar no Brasil

Redação Apontador20/06/2016
pessoas rabugentas ao andar de aviao - Thinkstock

Pesquisa explica por que as pessoas ficam rabugentas ao viajarem de avião

Patricia Machado17/06/2016
Como aproveitar as comidas tipicas da epoca sem brigar com a balanca

Como aproveitar as comidas típicas da época sem brigar com a balança

Camila Natalo17/06/2016
felicidade humor

Pesquisa descobre que não é possível comprar a felicidade

Patricia Machado10/06/2016
Coque no cabelo pode ser a razao da solteirice de certos homens

Coque no cabelo pode ser a razão da solteirice de muitos homens

Camila Natalo08/06/2016
Suecia

Suécia é eleito o país que mais contribui para a humanidade

Patricia Machado06/06/2016