Life Style

Pessoas ansiosas percebem o mundo de maneira diferente, diz estudo

Pessoas ansiosas percebem o mundo de maneira diferente, diz estudo

Um novo estudo publicado pelo jornal Current Biology mostra que pessoas com ansiedade podem ver atitudes e momentos inofensivos como ameaças, o que pode contribuir para que elas fiquem ainda mais ansiosas.

+ Ser ansioso pode ser bom, diz estudo

Há vários tipos de ansiedade clínica, mas o mais comum é o Transtorno Generalizado de Ansiedade, quando as pessoas ficam preocupadas com frequência ou ansiosas quando não há motivos para isso. Alguns estudos sugerem que esses transtornos podem ser gerados por um processo chamado supergeneralização.

Na supergeneralização, o cérebro mistura coisas seguras e inseguras e considera todas como inseguras. O problema é que nosso cérebro presta mais atenção em informações negativas ou ameaçadoras em nosso ambiente. Como pessoas ansiosas veem mais ameaças ao seu redor, faz sentido que elas se preocupem mais.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores recrutaram 28 pessoas diagnosticadas com o transtorno de ansiedade e 16 pessoas sem ansiedade. O experimento teve duas fases: treinamento e teste. No treinamento, os participantes tiveram que aprender a diferenciar três sons — cada um deles representava algo: o tom positivo era ganhar dinheiro, o tom negativo era perder dinheiro e no neutro nada acontecia.

Na segunda fase, cientistas tocaram 15 sons diferentes e pediram que eles apertassem um botão quando ouvissem um som da fase de treinamento. Se acertassem, eles ganhavam dinheiro, do contrário, os pesquisadores tiravam dinheiro.

Por causa do risco de perder dinheiro, a melhor estratégia era ser conservador e não apertar o botão, mas as pessoas ansiosas acabaram fazendo o oposto e tendo um desempenho pior. O cérebro dos participantes foi escaneado durante os testes.

Life Style

Mais em Life Style

father and son on sunset beach

Sete dicas de presentes para o Dia dos Pais

Carolina Romanini09/08/2016
rio de janeiro - thinkstock

Gírias cariocas para entender o “carioquês”

Patricia Machado06/07/2016
coisas típicas de carioca

Seis símbolos da cultura carioca

Mariana Lucas06/07/2016
Mulheres jovens sao menos propensas a negociar ofertas de trabalho

Pesquisa: Mulheres mais jovens são menos propensas a negociar ofertas de trabalho

Camila Natalo01/07/2016
Mulheres com decote tem 19 vezes mais chances de sucesso em entrevistas de emprego

Mulheres com decote têm 19 vezes mais chances de sucesso em entrevistas de emprego

Camila Natalo29/06/2016
cinquentona com corpo escultura - capa - reproducao

Cinquentona impressiona com corpo escultural

Patricia Machado27/06/2016
garoto triste e isolado - thinkstock

Ausência do pai é prejudicial na criação de meninos e pode levar ao suicídio, diz especialista

Mariana Castro24/06/2016
aperto de mao

Fraco aperto de mão dos jovens pode resultar em desemprego, diz pesquisa

Patricia Machado23/06/2016
Fisiculturista mais velha do mundo completa 80 anos e revela segredos para se manter em forma

Fisiculturista mais velha do mundo completa 80 anos e revela segredos para se manter em forma

Camila Natalo20/06/2016
Latam Divulga

LinkedIn divulga lista das empresas mais procuradas para trabalhar no Brasil

Redação Apontador20/06/2016
pessoas rabugentas ao andar de aviao - Thinkstock

Pesquisa explica por que as pessoas ficam rabugentas ao viajarem de avião

Patricia Machado17/06/2016
Como aproveitar as comidas tipicas da epoca sem brigar com a balanca

Como aproveitar as comidas típicas da época sem brigar com a balança

Camila Natalo17/06/2016
felicidade humor

Pesquisa descobre que não é possível comprar a felicidade

Patricia Machado10/06/2016
Coque no cabelo pode ser a razao da solteirice de certos homens

Coque no cabelo pode ser a razão da solteirice de muitos homens

Camila Natalo08/06/2016
Suecia

Suécia é eleito o país que mais contribui para a humanidade

Patricia Machado06/06/2016