Nutricionista ensina de maneira prática o quanto é uma porção ideal de cada alimento

Por Patricia Machado em 01/12/2015

Quando estamos de dieta é comum que os nutricionistas recomendem que devemos comer uma porção disso ou duas porções daquilo. Mas, além do desafio de manter a dieta, costumamos ter dúvidas sobre o que, de fato, é considerado uma porção de determinado alimento.

+ Onde comer doces típicos de Natal em São Paulo

+ Tutorias de receitas para o Natal e Ano Novo

Para responder essa pergunta, a nutricionista Sian Porter, a convite do jornal Daily Mail, criou um método prático e simples para definir o que é uma porção. A nutricionista usou a mão para determinar a quantidade ideal de consumo para cada tipo de alimento.

Outra vantagem do método criado por Sian é que o tamanho da mão é proporcional a estrutura física de cada pessoa. Por isso, pessoas maiores irão comer mais e a mesma regra se aplica a pessoas de menor estatura.

Conheça o método da nutricionista e comece a comer a quantidade ideal de alimento por refeição:

  • Carne = palma da mão

FML-Food Portions-26.jpg

  • Batata = punho fechado

FML-Food Portions-18.jpg

  • Bolo = dois dedos

FML-Food Portions-43.jpg

  • Castanhas = uma mão em concha

FML-Food Portions-3.jpg

  • Chocolate = dedo indicador

FML-Food Portions-47.jpg

  • Espinafre = duas mãos inteiras

FML-Food Portions-36.jpg

  • Frutas pequenas = duas mãos em concha

FML-Food Portions-42.jpg

  • Vegetais = punho fechado

FML-Food Portions-15.jpg

  • Macarrão cru = punho fechado

FML-Food Portions-6.jpg

  • Pasta de amendoim = ponta do polegar

FML-Food Portions-23.jpg

  • Peixe branco = Mão inteira

FML-Food Portions-16.jpg

  • Queijo = Dois polegares

FML-Food Portions-28.jpg

  • Salmão = palma da mão

FML-Food Portions-17.jpg