Dicas para sair do vermelho e quitar as dívidas

Por Patricia Machado em 22/06/2015

Quatro em cada dez brasileiros estão endividados, diz pesquisa comandada pela Serasa Experian. De acordo com o órgão, 1,5 milhão de pessoas não conseguiram pagar as suas dívidas esse ano, o que colaborou para que o número de endividados no país chegasse a 55,6 milhões.

O desemprego e o aumento dos juros são os principais motivos para o aumento de inadimplentes. O brasileiro tem em média quatro dívidas que não está conseguindo pagar e deve cerca de R$4.220,00.

Segundo a Confederação Nacional do Comércio (CNC), o cartão de crédito é o tipo de dívida de 75% das famílias endividadas, seguido por carnês, com 16,9%, e financiamento de carro, com 14%.

Para facilitar a sua vida e te ajudar a colocar as contas em ordem, o Apontador reuniu algumas dicas para acabar com as dívidas e conquistar a saúde financeira. Confira a seguir:

Faça um diagnóstico

Conhecer as suas dívidas é fundamental. Crie uma planilha que mostre todas as contas que estão em atraso, quais têm os maiores juros e quem são os credores. Depois, determine quais contas são prioridade e devem ser quitadas primeiro.

office-515984_1280

Conheça os seus gastos

Para conseguir sair do vermelho é essencial conhecer os seus gastos. Liste todas as suas receitas, como salário, dinheiro extra e ajuda de familiares, suas despesas fixas, como aluguel, luz e gás, e gastos extras, como roupas, atividades de lazer e presentes. A partir dessas informações, será possível analisar de onde é mais fácil cortar algumas despesas para quitar as dívidas e voltar para o azul.

Mude a sua rotina financeira

Todo mundo gosta de fazer compras, mas os gastos supérfluos contribuem para o aumento das dívidas. Por isso, procure analisar o que está sendo comprado e se isso é realmente necessário. Outra dica é procurar produtos em promoção. Uma vez que a compra é efetivada, lembre-se de anotá-la em uma planilha de gastos.

sale-706804_1280

Negocie com credores

Conhece o ditado “devo, não nego, pago quando puder”? Tendo isso em mente, procure os seus credores e tente fazer acordos para diminuir o valor da dívida. Alguns deles dão descontos, aumentam o prazo para o pagamento e até eliminam os juros.

business-740075_1280

Evite cartões de crédito

Para evitar futuras dívidas, pague tudo o que comprar em dinheiro ou com o cartão de débito. Caso precise usar o cartão de crédito, esteja preparado para a cobrança da fatura no próximo mês. Como os juros do cartão são altos, não deixe de pagar essa conta e evite pagar o valor mínimo, uma vez que isso só irá postergar o pagamento da dívida.

Crie uma reserva de emergência

Seguindo essas dicas, você terá boas chances de conseguir sair do vermelho. Por isso, comece a guardar um dinheirinho para criar uma reserva de emergência. Como o próprio nome já diz, esse montante deve ser usado naqueles meses em que você gastou além da conta. Assim, você sairá do vermelho e evitará novas dívidas.

piggy-bank-390528_1280