Finanças

Três gestos que podem afetar o seu profissionalismo

Três gestos que podem afetar o seu profissionalismo

Nem sempre o que você pensa e faz coincide com o que os outros acham que você está pensando e fazendo. A lógica é simples: sua linguagem corporal pode estar passando mensagens que você sequer tem consciência de estar emitindo. E é importante prestar atenção nisso, pois os movimentos podem falar mais do que palavras.

+ Como transformar o trabalho temporário em efetivo

+ Cinco atitudes que desmotivam o funcionário

A revista Inc. revelou três expressões corporais que, praticadas no ambiente de trabalho, podem passar a impressão de falta de profissionalismo. Por isso, é importante conhecer que linguagens são essas para evitá-las e passar a impressão que, de fato, você gostaria de passar.

Será que você está cometendo alguma gafe? Confira:

#1 Medir as pessoas com os olhos

Em geral, as mulheres têm uma visão periférica mais abrangente do que os homens. Isso permite que elas olhem os outros da cabeça aos pés sem precisar movimentar a cabeça. Homens, entretanto, precisam mover o pescoço de baixo para cima ao olhar a figura completa de alguém, o que pode afetar o seu profisssionalismo. Por isso, é sempre bom prestar atenção no movimento que sua cabeça está fazendo.

#2 Ficar desatento

É normal se desligar vez ou outra, mas não prestar atenção ao seu redor – principalmente quando alguém está falando – pode passar a impressão de que você não tem interesse ou motivação. Perceba que, quando você fica com a cabeça longe, em uma reunião, por exemplo, alguns gestos acompanham isso. Sacudir o pé ou ficar com o olhar vago e apático são comportamentos que o corpo busca quando está entediado.  Essa linguagem corporal é um jeito muito claro de passar a mensagem de que você não está prestando atenção no que o outro está falando.

#3 Relaxar a postura

Pesquisadores já revelaram que o corpo demonstra imediatamente a maneira que nos sentimos. Por isso, se você estiver triste, desencorajado ou se sentindo derrotado, isso aparecerá em sua linguagem corporal antes mesmo que você se dê conta de tais sentimentos. É por isso que é sempre importante acionar a pose de poder, para se afastar desses sentimentos. Manter a postura ereta e as pernas estiradas traz mais confiança e energia positiva.

Foto: Getty Images

Mais em Finanças

Retro look Closed sign

Comércio varejista bate recorde de fechamento em 2016

Mariana Castro15/02/2017
Close-up Of A Hand Putting A Coin Into Piggy Bank

FGTS inativo: quem tem direito e como aplicar esse dinheiro

Redação Apontador14/02/2017
Girl with colorful bags and credit card

Oito dicas para identificar uma criança consumista

Patricia Machado13/02/2017
Lottery balls

Ganhar na loteria traz felicidade?

Patricia Machado10/02/2017
Business people waiting for job interview.

Projeto móvel ajudará quem precisa se recolocar no mercado de trabalho

Patricia Machado09/02/2017
People shaking hands

Feira do Empreendedor acontece entre 18 e 21 de fevereiro em São Paulo

Patricia Machado08/02/2017
woman

Cinco coisas que mulheres de sucesso têm em comum

Mariana Castro07/02/2017
Weekend shopping

Jovens da geração Z influenciam as compras da família, aponta pesquisa

Patricia Machado06/02/2017
dúvidas sobre o imposto de renda

Receita Federal exige CPF de dependentes com mais de 12 anos no Imposto de Renda

Patricia Machado03/02/2017
casal dividas contas finanças

Número de famílias endividadas cai em janeiro, revela levantamento

Patricia Machado03/02/2017
Woman dreaming of financial success

Programa Nota Fiscal Paulista abre consulta a sorteio de R$ 1 milhão

Mariana Castro01/02/2017
dívidas desemprego

Desemprego bate recorde e atinge 12,3 milhões de pessoas

Patricia Machado31/01/2017
Brazilian paper money on top of a financial analysis chart

Salário do brasileiro deve ter alta de 0,4% em 2017

Patricia Machado31/01/2017
Close-up image of a firm handshake between two colleagues

Três dicas para ser um bom marqueteiro e vender mais

Mariana Castro31/01/2017
Focused man figuring out his finances

Boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco a partir de março

Patricia Machado27/01/2017