Quatro dicas para economizar no carnaval

Por Mariana Castro em 22/02/2017

O carnaval é um dos feriados mais esperados pelos brasileiros. Enquanto alguns podem tirar uns dias para descansar e relaxar, outros caem na folia e curtem as festas. Independentemente de como você deseja passar esse período, é importante se planejar financeiramente para aproveitar o feriado sem acumular dívidas.

+ Jovens da geração Z influenciam as compras da família, aponta pesquisa

+ Oito dicas para identificar uma criança consumista

“Planejar o carnaval com antecedência é um excelente hábito para a saúde física e financeira. Assim, a pessoa tende a aproveitar o feriado de forma mais consciente, evitando excessos e respeitando o orçamento. Afinal, quem deseja que cinco dias comprometam a vida financeira até o final do ano?”, afirma Edward Cláudio Jr., diretor financeiro da Abefin (Associação Brasileira de Educadores Financeiros).

Para evitar contratempos, o especialista reuniu algumas dicas para ajudar quem deseja economizar durante o carnaval. Confira:

Faça um orçamento

Para evitar que a descontração e a euforia se transformem em preocupação nos meses seguintes, estude sua condição financeira, seus ganhos e suas despesas. Elabore um orçamento antecipado para gastos com o carnaval e, durante o feriado, atenha-se ao que foi planejado. Uma boa ideia é determinar uma certa quantia por dia e separar esse dinheiro para levar com você. Assim, você não gasta mais do que o previsto.

Planeje o que quer fazer com cautela 

Se você quer viajar, mas ainda não planejou nada, o melhor a fazer é agir de acordo com o que o orçamento mensal permitir, sem se endividar. Você pode deixar aquele grande plano para o ano seguinte, se programando desde cedo para colocá-lo em prática.

Confira eventos gratuitos

Em várias cidades há eventos gratuitos e comunitários, além de programações especiais em parques. Para evitar gastos exorbitantes, a dica é optar por esses passeios.

Economize na fantasia

Se você for se fantasiar, verifique se não é possível usar fantasias antigas que estão guardadas no armário. Caso contrário, é válido pedir emprestado para um amigo ou fazer a sua roupa com acessórios simples e baratos. Lembre-se que optar pelo aluguel, geralmente, custa caro.

Foto: Getty Images