Pesquisa mostra que executivos confiam no crescimento de suas empresas em 2017

Por Mariana Castro em 18/01/2017

Apesar do período conturbado pelo qual o país vem passando, os empresários brasileiros ainda estão entre os mais otimistas do mundo. Uma pesquisa divulgada na segunda-feira, 16, revelou que os executivos acreditam no crescimento de suas empresas ao longo deste ano, além de uma melhora na economia global.

+ 17% das empresas de pequeno porte estão inadimplentes, aponta relatório

+ Ranking elege as 50 empresas mais adoradas por seus funcionários

A consultoria estrangeira PricewaterhouseCoopers (PwC) elaborou, pela vigésima vez, um levantamento com cerca de 1.400 diretores executivos ao redor do mundo. Os resultados foram divulgados durante o Fórum Econômico Mundial, que aconteceu em Davos, na Suíça.

De acordo com o relatório, 57% dos CEOs brasileiros estão confiantes com o possível crescimento de suas companhias. No ano passado, apenas 24% tiveram essa mesma resposta. Isso demonstra muito otimismo em relação ao resto do mundo, uma vez que apenas 38% dos donos de empresas internacionais demonstraram a mesma confiança.

+ Levantamento elege os melhores países para trabalhar como estrangeiro

Os executivos, entretanto, demonstram prudência em seus planos e metas. A grande maioria projeta esse crescimento de forma orgânica, além da redução de custos. Apenas 36% pensam em aumentar o número de funcionários e 26% falam em demissões.

Outro dado revelado pela pesquisa é o recuo dos países emergentes na lista de lugares atrativos para investimentos estrangeiros. Em 2011, o Brasil era o terceiro melhor lugar para a expansão dos negócios. Agora, o país está na sexta posição, empatado com a Índia. A queda está vinculada a profunda recessão econômica, segundo comentários do relatório. Mas, aos olhos dos empresários brasileiros, as coisas podem mudar.

Foto: Getty Images