País encerra 2016 com 58,3 milhões de brasileiros inadimplentes, aponta relatório

Por Patricia Machado em 12/01/2017

Um levantamento divulgado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas contatou que o número de brasileiros na lista de devedores cresceu em 2016, alcançando 58,3 milhões de pessoas em dezembro. Em comparação com janeiro do mesmo ano, o crescimento foi de 700 mil consumidores com nome sujo.

+ Levantamento elege os melhores países para trabalhar como estrangeiro

+ 4 canais do YouTube para te ajudar a controlar as finanças

Esses dados revelaram que 39% da população brasileira adulta está registrada em listas de inadimplentes. Por causa disso, eles estão enfrentando dificuldades para realizar compras a prazo, fazer empréstimos, financiamentos e contrair crédito.

De acordo com a instituição, o aumento do desemprego e o crescimento da inflação fizeram com que a maioria das pessoas não pudesse pagar suas dívidas. Dentre as pessoas que estão com o nome sujo, a maior parcela se encontra entre aqueles que têm entre 30 e 39 anos. Além disso, a maioria reside no Sudeste do país.

No entanto, apesar do crescimento registrado no passado, o índice foi menor do que o obtido em 2015, quando o número de negativados aumentou em 2,5 milhões.

Foto: Getty Images / Com informações do G1