Dicas para comprar presentes para o Dia das Mães

Por Mariana Castro em 08/05/2018

O dia das mães se aproxima e, para prestigiar essas mulheres tão importantes, é comum passar o dia com elas e presenteá-las. É certo que as mães merecem todo carinho nesse dia, mas isso não pode impactar no orçamento doméstico. Assim como qualquer outra compra, o presente para as mães também deve ser um ato de responsabilidade financeira.

+ Como ajudar parentes financeiramente?

Comprar algo que não pode ser pago pode afetar toda a família. E isso ninguém quer, afinal, a data é de comemoração e não para criar problemas. Por isso, a Boa Vista SCPC preparou algumas dicas para homenagear as mães sem comprometer o orçamento. Confira:

Dica #1

Antes de sair às compras, dê uma olhada no orçamento doméstico e verifique qual a disponibilidade de dinheiro para a compra do presente. Se o saldo estiver baixo, calcule em quantas vezes o presente pode ser parcelado, ou escolha algo que pode ser pago com o que se tem. Se a opção for dividir em prestações, não esqueça de lançar os valores nos meses seguintes no orçamento.

Dica #2

Se a opção for fazer uma compra parcelada, verifique se há alguma pendência no CPF, no portal Consumidor Positivo, para evitar a recusa da venda por ter o nome negativado. A Boa Vista SCPC oferece um serviço gratuito no qual, através desse link, é possível saber o valor em aberto, o nome do credor e o telefone de contato, além de consultar qual é a pontuação de crédito.

Dica #3

Pesquise os preços do que pretende comprar. Em épocas de grande apelo comercial, eles costumam variar consideravelmente. Além disso, desconfie de preços “milagrosos”, pois eles podem vir com condições não tão favoráveis.

+ 10 dicas para economizar nas compras de supermercado

+ Jovens da geração Z influenciam as compras da família, aponta pesquisa

Dica #4

Se a opção for comprar em loja online, certifique-se de que a empresa realmente existe. Não faltam, no mercado, golpistas que criam lojas virtuais em épocas de grandes vendas. Para verificar a idoneidade, busque no site da loja se há informação do CNPJ e os canais de contato, como endereço, telefone ou e-mail. Entre no site do Procon-SP e veja se a loja não está na lista Evite esses sites. A compra nessas lojas é frustração e prejuízo na certa.

Dica #5

Ainda na compra online, prefira fazer o pagamento com cartão de crédito. Caso ocorram problemas, peça o cancelamento para a administradora do cartão de crédito. E não deixe de imprimir ou salvar as páginas da compra, inclusive as que detalham o produto, com preço e prazo de entrega, confirmando a efetivação da compra.

Dica #6

Se houver a necessidade de troca do presente, saiba que a loja não é obrigada a trocar o produto caso não apresente defeito. Mas se for ofertada essa possibilidade no ato da compra, confira se essa informação está colocada na nota fiscal ou em algum outro documento, como o contrato de compra, por exemplo. Na compra online, é garantido o direito de arrependimento. É possível devolver o produto com defeito ou não no prazo de sete dias da data do recebimento.

Foto: Getty Images