Como transformar o trabalho temporário em efetivo

Por em 13/12/2016

As milhares de vagas para trabalho temporário que surgem no fim do ano acedem uma luz de esperança no coração daqueles que estão desempregados – atualmente, cerca de 12 milhões de brasileiros.

Segundo a Federação Nacional dos Sindicatos de Empresas de RH, Trabalho e Terceirização (Fenserhtt), mais de 100 mil empregos temporários serão oferecidos neste fim de ano e o grande sonho de todo trabalhador é ser efetivado em uma das vagas.

+ 6 erros que cometemos na hora de fazer um planejamento financeiro

+ 4 canais do YouTube para te ajudar a controlar as finanças

Ainda segundo o estudo, mais de 5 mil profissionais devem conseguir uma chance de efetivação nesse cenário. Especialista no setor, Rogério Gabriel, fundador e presidente do Grupo Prepara, dá algumas dicas para você aproveitar essa oportunidade. Confira abaixo:

Não encare o trabalho como algo passageiro

“Na Prepara Cursos, onde oferecemos mais de 80 cursos profissionalizantes, temos exemplos de muitos estudantes que conquistaram a efetivação após ingressarem nas empresas por meio de vagas temporárias. A primeira dica para quem busca estabilidade ao fim do contrato temporário é não encarar aquele emprego como algo passageiro e se dedicar verdadeiramente às suas funções”, comenta Gabriel.

Se integre à equipe

Em qualquer colocação, você estará em constante avaliação. Por isso, procure se encaixar no grupo, sendo colaborativo e trazendo ideias que somem na entrega final do produto ou serviço.

Destaque seu currículo

“Em tempo de recessão, a educação não pode ficar para depois. Investir no domínio de novas tecnologias de informática e aprender um outro idioma é fundamental no crescimento profissional”, diz.

Mostre suas qualidades

“Aproveite o tempo que tem na empresa para destacar seus pontos fortes e mostrar como você poderia ajudar caso fosse contratado. Tenho certeza de que dessa maneira as pessoas irão se sobressair com seus currículos e crescer dentro de seus empregos, conforme o esperado”, conclui o executivo.

Foto: iStock