Como o coaching pode impulsionar sua carreira?

Por Patricia Machado em 24/10/2017

Com a crescente concorrência no mercado de trabalho, os profissionais precisam estar em constante evolução. Além disso, o número de pessoas que deseja mudar de profissão e desbravar uma nova área aumenta. Diante disso, é comum que muitos de sintam inseguros para aceitar novos desafios. Para resolver o problema e ajudar os profissionais, o coaching ganha fama.

+ Como utilizar o cartão de crédito com sabedoria?

+ Como reduzir os gastos sem traumatizar as crianças?

“O coach é um facilitador do processo de pensar, provocando o cliente a gerar novas ideias e novas atitudes. Você não vai conseguir algo que quer muito agindo sempre da mesma forma”, explica Tália Jaoui, coach e autora do livro A Revolução do Coaching.

De acordo com a especialista, o coaching é uma metodologia baseada no método socrático de questionamento, no qual as respostas estão com o cliente e não com o coach. Apesar de provocar o autoconhecimento, o método não se assemelha ao proposto por uma terapia.

“A terapia é focada na cura. O coaching tem o foco no desenvolvimento. Algumas linhas terapêuticas interpretam o que o paciente diz, o coach não interpreta informações. A psicologia, muitas vezes, busca a causa do problema ou trauma. O coaching é um método que não foca no passado, apenas no presente e no futuro”, afirma Tália.

Na maioria dos casos, quem procura a ajuda de um coach está em transição de carreira. Além disso, é comum que estudantes, executivos e pessoas que já tentaram outros métodos para obter um objetivo, mas que se frustraram, queiram a ajuda desse tipo de profissional.

“Geralmente, nós trabalhamos com dez sessões. Elas duram cerca de uma hora ou uma hora e meia e acontecem uma vez por semana. Nelas, há uma conversa desafiadora, onde o coach vai fazer com o que o coachee ouça o que ele mesmo diz, se responsabilize por isso, produza novas atitudes, se comprometa com um plano de ação e faça este plano acontecer. Mas, o coach jamais aconselhará o cliente”, diz a especialista.

Por ser um processo baseado nas respostas do cliente, o processo de coaching não pode ser realizado em grupo. Um dos motivos para o sucesso do processo e a crescente procura pelos profissionais do setor está no fato de que o coaching gera resultados objetivos, concretos e rápidos. “Os resultados variam de cliente para cliente. Já vi metas sendo batidas na quarta sessão. Em quatro semanas, o modelo mental mudou e as atitudes contribuíram para o sucesso do processo”, conta Tália.

Qualquer pessoa pode experimentar o processo e contar com a ajuda do coach. Mas, é preciso estar ciente de que o processo será desafiador. “O coach não será ‘bonzinho’. Ele desafiará o cliente e fará com que este saia da zona de conforto, que é aquele lugar no qual você não encontra o que quer e precisa”, afirma a especialista.

Foto: Getty Images