Cinco dicas para fazer o 13º salário render mais

Por Mariana Castro em 07/12/2016

Chega o fim de ano e, com ele, as festas, viagens, presentes e, o melhor de tudo, o 13º salário. O dinheiro extra é empolgante e é impossível não pensar em como utilizá-lo. Infelizmente, ele não é eterno e dura muito menos do que se imagina.

+ Nove dicas práticas para fazer seu salário render mais

+ 6 erros que cometemos na hora de fazer um planejamento financeiro

Para evitar contratempos, é importante lembrar que ganhar o dobro não significa gastar o dobro. De acordo com especialistas em educação financeira, é possível gastar esse dinheiro com sabedoria para ter mais tranquilidade no começo do próximo ano.

Confira cinco dicas para fazer o 13º salário render mais:

Faça um diagnóstico da sua situação financeira

Antes pensar em gastar o dinheiro extra é preciso analisar como anda o seu orçamento. É necessário colocar na ponta do lápis, de forma honesta e detalhada, suas dívidas, despesas que estão por vir e o que você gostaria de fazer com esse dinheiro. Isso te dará uma melhor visão do que deve ser feito com o 13º salário.

Se livre das dívidas

Se você está inadimplente, quitar as dívidas deve ser o seu foco. É importante priorizar isso porque, além de ter o seu nome sujo, os juros da dívida costumam ser muito altos. Por isso, tente pagar à vista as suas dívidas para começar seu ano sem problemas financeiros. Se não for possível pagar tudo, escolha a dívida com juros mais altos e negocie parcelas mais suaves.

Pague as contas do começo do ano

Os primeiros meses do ano sempre exigem alguns gastos a mais, como o pagamento do IPTU, IPVA e matrícula e material escolar. Por isso, calcule a margem de gastos e já separe o dinheiro para essas despesas. Ao se programar para pagá-las, de preferência à vista, você garantirá que os meses seguintes sejam mais tranquilos.

Invista o seu dinheiro

Está sem dívidas, pagou as contas do começo do ano e ainda sobrou dinheiro? Então, esta é a hora de investir o seu 13º e fazê-lo render mais. É necessário avaliar o que você deseja fazer com esse investimento para escolher a aplicação que mais atenda aos seus objetivos. O ideal é pensar a longo prazo, como uma viagem no ano seguinte, por exemplo, para que o dinheiro possa ter tempo para render. Se você puder utilizar o13º salário para fazer uma poupança para um futuro mais distante, como a aposentadoria, melhor ainda. Quanto maior o vencimento do investimento, maior a rentabilidade.

Dê presentes

Você até pode usar uma parte do 13º para comprar os presentes de Natal. Mas, é importante estabelecer um limite para não gastar mais do que o necessário com isso. Outra opção é usar esse dinheiro para presentear a si mesmo! Afinal, se você administrou bem o seu 13º salário e está com as finanças em dia para o ano que vem, nada mais justo do que se paparicar um pouco.

Foto: Getty Images