Cinco dicas para evitar dívidas na Black Friday

Por Patricia Machado em 06/11/2017

No próximo dia 24, acontecerá a Black Friday, evento que ficou famoso por ofertar inúmeros produtos com descontos e preços acessíveis. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Google, o evento deverá somar R$ 2,2 bilhões em vendas pela internet, garantindo um crescimento entre 15% e 20% neste ano.

+ Como organizar as finanças para morar sozinho?

+ Vale a pena investir em bitcoin?

A movimentação da Black Friday é em média 15 vezes maior que um dia normal do e-commerce brasileiro. Segundo o estudo, a previsão é de que 68% das pessoas comprem algo durante o evento. O índice de intenção de compra no ano passado era de 61%. Além disso, apenas 2% das pessoas afirmaram que, com certeza, não comprarão na data.

“A data é muito positiva para quem se planejou com antecedência, pesquisou preços e comprará sem comprometer seu orçamento financeiro. Do contrário, é importante evitar compras por impulso e sempre considerar se o pagamento caberá no bolso sem comprometer o orçamento mensal”, afirma Reinaldo Domingos, especialista em educação financeira e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros. “Também é imprescindível lembrar que as festas de final de ano e os compromissos financeiros do início do ano se aproximam”, completa.

Para aproveitar a data que promete ótimos descontos, mas sem comprometer o orçamento familiar, o especialista reuniu cinco pontos para o consumidor ficar atento. Confira:

Supostas fraudes

Nos últimos anos, inúmeros consumidores fizeram acusações de fraudes e maquiagem de preços. Portanto, é recomendável conhecer bem os valores dos produtos que deseja comprar para saber se o desconto, de fato, se aplica.

Planejamento das compras

A ocasião é boa para comprar itens que estavam em seu planejamento. Por causa disso, tenha cuidado com o impulso. Outra dica é evitar se endividar por conta da empolgação.

Diagnóstico financeiro

Caso não tenha se planejado com antecedência, faça um diagnóstico da sua situação financeira. Assim, você saberá exatamente o quanto pode gastar e, se precisar parcelar, não correrá o risco de acumular contas e não ter o valor suficiente para pagar a fatura na data do vencimento.

Pesquisa de preços

Ao ir às compras, é preciso ter paciência para pesquisar o mesmo produto em diversas lojas, tanto físicas quanto online. Isso irá garantir o melhor preço. Ao optar pela compra online, fique atento e procure apenas adquirir os produtos em sites de confiança.

Compras de Natal

Se você optar por antecipar as compras de Natal, faça uma lista das pessoas que pretende presentear, o valor que pode gastar com cada uma delas e as formas de pagamento. Caso já tenha se planejado e poupado para esta data, procure comprar à vista para não comprometer o orçamento financeiro dos próximos meses.

Foto: Getty Images