Cinco atitudes que desmotivam os funcionários

Por Patricia Machado em 19/12/2016

Funcionários desmotivados devem ser considerados um problema para a empresa. Por causa do desânimo com o trabalho, o rendimento dos colaboradores tende a cair e a chance deles procurarem um novo emprego aumenta.

+ Especialista dá dicas para quem quer empreender mas não tem dinheiro

+ Nove dicas práticas para fazer seu salário render mais

De acordo com um artigo escrito por Lolly Daskal, presidente e CEO da empresa Lead From Within, especializada em consultoria empresarial, para a revista Inc., ao contrário do que se imagina, a motivação não pode ser causada por fatores externos. Ela deve surgir dentro do ambiente de trabalho.

Para evitar a desmotivação dos funcionários, líderes e gestores devem entender o que é capaz de inspirar cada um deles. Além disso, algumas atitudes precisam ser evitadas, uma vez que elas podem fazer com que o colaborador perca o brilho nos olhos.

Confira cinco ações que podem acabar com a motivação dos funcionários:

O gestor não tem uma visão do negócio

Para se sentirem motivadas, as pessoas precisam ter clareza da missão, visão e valores da empresa. Isso será importante durante os momentos de fragilidade, uma vez que elas saberão que, independentemente dos problemas, a sua companhia tem um foco. Além disso, os colaboradores precisam estar sempre orgulhosos do que fazem e do local em que trabalham.

O líder não apresenta um plano de ação

Por mais que um gestor apresente boas ideias, elas só receberão o apoio dos funcionários quando um plano de ação for apresentado. Os colaboradores precisam de um direcionamento e gostam de saber que estão trabalhando em prol de algo concreto e tangível. Ideias abstratas desmotivam as pessoas.

O gestor fala uma coisa, mas faz outra

Os funcionários almejam ter um líder que seja confiável e em quem eles possam se espelhar. Por isso, qualquer tipo de atitude divergente ao plano de ação traçado fará com que os colaboradores se decepcionem e comecem a perder o respeito por seus chefes.

O líder não reconhece talentos

Quando se trabalha com um time de pessoas, qualquer atitude irá refletir no trabalho e desempenho dos demais. Por isso, os gestores precisam reconhecer o talento dos seus funcionários. Caso contrário, eles podem deixar de dar ao máximo em suas tarefas.

O gestor não interage com seu time

Qualquer time gosta de interagir com seus líderes. Isso faz com que eles criem maior empatia por seus chefes, além de desenvolverem uma relação de proximidade. Quando isso não acontece, os funcionários passam a acreditar que não são uma prioridade para o seu gestor.

Foto: Getty Images