Nove dicas básicas para reeducar a alimentação

Por Redação Apontador em 18/02/2015

Com o aumento da preocupação com a saúde e o bem estar, as pessoas têm recorrido cada vez mais às dietas da moda, como a dieta da proteína, a dieta do glúten, a dieta da lactose, entre muitas outras.

O problema, porém, é que muitas dessas dietas, por serem bastante restritivas, quando feitas sem acompanhamento médico podem causar sérios problemas de saúde.

Já a reeducação alimentar continua sendo a maneira mais segura de perder peso sem abrir mão da saúde. É claro que ela não dispensa o acompanhamento médico, mas alguns de seus princípios você pode colocar em prática já.

Confira abaixo nove dicas para reeducar a alimentação:

Entenda a importância de uma alimentação correta

A primeira dica é perceber a importância da reeducação alimentar. O prazer de comer aquele sanduíche ultra calórico terá de ser deixado de lado com consciência, em troca dos benefícios que a alimentação regrada trará para a saúde.

Comece hoje

Não deixe a dieta para amanhã. Quanto mais você protela a sua reeducação alimentar, mais danos estará causando à saúde.

Reveja os seus hábitos

Preste atenção em você mesmo e reflita sobre seus piores hábitos alimentares. Sabe aquele lanchinho que você faz quando desperta no meio da madrugada? Pois é, ele pode (e deve) ser evitado!

Vá com calma

Não mude bruscamente a sua alimentação. A mudança deve vir gradativamente, com calma, para que seu organismo não sinta a reeducação de maneira agressiva.

Mastigue bem

Outra dica bastante importante é mastigar bem os alimentos. Quanto mais você mastiga, maior é a sensação de saciedade.

Beba bastante água

A água é outra importante aliada da reeducação alimentar. Hidratar bem o corpo lhe trará vários benefícios, além de auxiliar no transporte dos nutrientes pelo organismo.

Fracione as refeições

Fracionar as refeições é bastante importante. Segundo especialistas, uma boa dieta deve ter entre cinco e seis refeições diárias leves.

Substitua alguns ingredientes

Troque o leite integral pelo leite desnatado, prefira os queijos brancos aos amarelos, e inclua uma porção de linhaça, por exemplo, na salada ou vitamina. É importante também diminuir o sódio e utilizar a maior quantidade possível de ingredientes naturais, substituindo os industrializados.

Procure a ajuda de um profissional

Para uma boa e responsável reeducação alimentar é importante o acompanhamento médico. Procure um nutricionista e siga o que for recomendado.

(Por Vinicius Lecci)