Novo restaurante apresenta mosaico cultural de sabores e aromas espanhóis

Por Thais Lopes em 19/06/2019

Trencadís é uma técnica decorativa que consiste na criação de uma espécie de mosaico com pedaços irregulares de cerâmica ou fragmentos de outros materiais como vidro ou pedra. Foi muito utilizada durante o modernismo catalão – em especial pelo arquiteto Antoni Gaudí - e tem como exemplos mais conhecidos as muretas e os pórticos do Parque Güell, em Barcelona.  

Dragão na entrada do Parc Güell (Foto: Wikimedia Commons)

Trencadís é também o nome do mais novo restaurante da região conhecida como Baixo Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Assim como os mosaicos da Catalunha, o restaurante é resultado de uma composição feita a partir das referências que o proprietário da casa, o chef Diego Cerqueira, acumulou ao longo de seus dez anos de carreira. Após ter trabalhado em cozinhas estreladas da Europa, ele inaugura o seu restaurante multicultural, com um mix de influências brasileiras, italianas, francesas e, claro, espanholas. “Sou adepto de uma cozinha que não se encaixa em categorias como mediterrânea, contemporânea, fusion ou comfort. É uma coisa freestyle, autoral e alicerçada no que aprendi estudando, trabalhando e viajando pelo mundo”, define Diego. 

Foto: Instagram/Trencadís Restaurant

No salão, com capacidade para 48 pessoas e com o balcão do bar decorados com mosaicos feitos a partir de pedacinhos de pratos, travessas e copos quebrados, o chef serve pratos ideais para compartilhar – para que cada comensal possa experimentar uma maior diversidade dos sabores que a casa tem a oferecer. Exemplos disso são as croquetas (de linguiça defumada com chutney de tomate ou de legumes com aïoli de alho negro) e a tábua de carnes curadas no local – que inclui cortes de peixe, de pato, de cordeiro e copa lombo suína, guarnecidos com pães, picles, geleias e chutneys artesanais. 

Foto: Instagram/Trencadís Restaurant

Para quem quiser pratos mais substanciosos e contundentes, Diego sugere os arrozes (de costela bovina ou o Mar & Montanha – cozido no caldo de frango e incrementado com lascas de lombo de cordeiro, camarões, lulas e polvo). Outras boas opções do cardápio são o atum com salmorejo (espécie de gazpacho de tomate incrementado com amêndoas, pimentão e vinagre de jerez), o angu com ovo perfeito e queijo Carrancas, o parmentier (espécie de escondidinho) de bochecha suína, o peixe curado com milho tostado e vinagrete de abobrinha e beterraba, o atum selado com abacate, straciatella cremosa e pipoca de arroz selvagem, a bochecha bovina com ora-pro-nobis e alligot e mais duas combinações clássicas de Mar & Montanha: a pancetta defumada com brandade de bacalhau e as lulas com morcilla. 

Foto: Instagram/Trencadís Restaurant

Para os vegetarianos, as dicas são o arroz negro com vegetais e o palmito pupunha assado e acompanhado de salada de pancs (plantas alimentícias não convencionais) com queijo Mogiana, castanha de baru e pesto de alfavaca. 

Para fechar as refeições em grande estilo, Diego Cerqueira propõe aos clientes do Trencadís doces lúdicos e divertidos. Pode ser um bombom de café com praliné, um suspiro com mousse de morango, uma drágea de chocolate recheada com creme de baunilha ou uma criação surpreendente batizada de “4 Cs do Brasil”, com cumaru, coentro, cacau e café! 

Foto: Instagram/Trencadís Restaurant

Quanto às bebidas, a sucinta carta conta cerca de duas dezenas de vinhos de boa relação custo benefício, drinques clássicos, uma caprichada sangria e alguns coquetéis autorais e exclusivos da casa. 

Almoçar ou jantar no Trencadís é embarcar em uma gostosa experiência gastronômica, que mistura as tradicionais técnicas da culinária europeia com alguns toques contemporâneos e ainda é enriquecida com ingredientes locais e com aquele familiar saborbrasileiro. Venha conhecer o restaurante de Diego Cerqueira e adicionar mais um novo elemento ao mosaico de memórias gustativas que compõem o seu próprio repertório de paladares, aromas e texturas! 

Foto: Instagram/Trencadís Restaurant

Serviço:

Trencadís Restaurant
Pinheiros, São Paulo – SP (veja aqui como chegar)

Fonte: Brain Press