Cinco botecos que estão na moda em São Paulo

Por Mariana Castro em 28/11/2017

A cultura de boteco é um forte traço regional do brasileiro, que curte os momentos de lazer entre conversas descontraídas e diferentes drinques.

+ Cinco bares tradicionais no centro de São Paulo

Na capital paulista, opções para isso não faltam, afinal, a cidade de São Paulo é conhecida por sua vida boêmia, regada à cerveja, petiscos e música boa. Botecos dos mais variados estilos estão espalhados pela metrópole, atendendo a todo tipo de público.

Pensando nisso, reunimos alguns dos botecos que estão em alta na cidade de São Paulo e que valem a visita. Confira:

Bar do Espeto

Conhecido por seus frequentadores como “Gaúcho”, apelido de seu fundador, o boteco virou sensação entre os jovens do Itaim. Localizado em uma rua estreita, atrás de renomados bares como o Aurora e o Juarez, a ideia inicial era receber os bartenders da região para um happy hour. Mas, com cerveja a preços acessíveis, excelentes aperitivos, caixa de som que pode ser controlada pelos próprios clientes e uma recepção muito amigável de seu dono, o Bar do Espeto tem lotado a rua. Com mesas na calçada, o ambiente é perfeito para encontrar amigos e relaxar, seja após o trabalho ou em um sábado à noite.

Boteco Paramount

Depois de trabalhar como bartender por doze anos no conceituado bar Astor, José Francisco de Oliveira Neto resolveu abrir seu próprio negócio – e o resultado não poderia ser diferente. O Paramount se destacou na agitada Rua dos Pinheiros por conta da variedade de drinques. O forte do local não são os famosos “litrões” de cerveja, mas, os coquetéis. Com preço acessível, o bar se resume a um balcão com mesinhas na calçada, onde a ideia é conversar por horas sem grandes sofisticações.

+ Bares imperdíveis na Zona Leste de São Paulo

Chave de Ouro

Localizado em uma espécie de ilha entre a rua Doutor Melo Alves e a avenida Rebouças, o boteco cativa pessoas de todas as idades e públicos por sua simplicidade e qualidade. Ele tem tudo que um bom boteco precisa: cerveja gelada, porções caseiras deliciosas e preços acessíveis. Não é à toa que a casa está sempre cheia, com atendimento caloroso e clima aconchegante que mantêm o agito constante da região.

Estepe

O boteco foi inaugurado este ano e já conquistou um público fiel no Largo da Batata. Os sócios revitalizaram a esquina abandonada da rua Cunha Gago para reunir os jovens da região, oferecendo clima descontraído, cerveja de qualidade e música brasileira. Vale a pena conhecer os drinques da casa, famosa por preparar bebidas nacionais e populares de forma autêntica. Uma boa pedida é o surfe, coquetel preparado com cataia, limão, mel e gengibre, ou o netuno cola, servido com refrigerante de cola e limão. No cardápio e no ambiente, fica claro o objetivo do Estepe em valorizar o potencial nacional e a cultura etílica brasileira.

Sachinha

Na Vila Madalena, o Sacha Bar já é um clássico desde os anos 90. Em 2003, ele abriu uma filial, seu “filhote” Sachinha, que desde então faz muito sucesso entre os frequentadores do bairro. O boteco é um bom lugar para beber um chope com os amigos e, de quebra, assistir aos jogos de futebol transmitidos por lá. A opção também é ideal para fugir do agito dos outros bares da região e, ainda assim, curtir um happy hour. Na cozinha, o destaque é o cupim encasqueirado, com a carne cortada como aperitivo e servida com salada de rúcula.

Foto: Getty Images