Chef do melhor restaurante do mundo abrirá cozinha a preços populares no Rio de Janeiro

Por Mariana Castro em 21/06/2016

O ranking que classifica os 50 melhores restaurantes do mundo foi divulgado este mês pela revista britânica Restaurant. O vencedor foi o italiano Osteria Francescana, do chef Massimo Bottura.

+ Rede americana de fast food Wendy’s abrirá restaurantes no Brasil

+ Buffets de caldos e sopas pelo Brasil

Além de ser o responsável pelo primeiro restaurante italiano a levar o prêmio, outra novidade colocou o chef em destaque: em seu discurso, Massimo anunciou que vai comandar um restaurante social durante os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, em agosto deste ano.

Em parceria com a ONG Gastromotiva, do chef brasileiro David Hertz, o Reffetorio Gastromotiva, como foi batizado, servirá pratos a baixo custo na hora do almoço. Durante o jantar, a comida será distribuída de graça para quem não puder pagar.

O objetivo do projeto é combater o desperdício, além de ajudar na alimentação da população carente. Essa não é a primeira vez que Massimo se envolve com projetos sociais. Na Expo Milano, em 2015, ele reuniu os chefs mais influentes do mundo para cozinharem no subúrbio de Milão, aproveitando as sobras de alimentos do evento.

A Prefeitura do Rio de Janeiro cedeu um terreno na Lapa, zona central da cidade, para a construção do restaurante, que continuará aberto após as Olimpíadas. O chef italiano também já aproveitou a oportunidade para convidar outros colegas renomados na gastronomia para participarem dessa iniciativa, como o francês Alain Ducasse e o catalão Juan Roca. Do Brasil, farão parte da iniciativa os chefs Alex Atala e Roberta Sudbrack.

A cozinha será aberta ao público no dia 9 de agosto e terá capacidade para 108 lugares.

Foto: Reprodução