6 alimentos capazes de melhorar a memória

Por Mariana Castro em 25/11/2016

Você se sente sem concentração, com dificuldades para lembrar de fatos e guardar novos aprendizados? Saiba que não é necessário tomar suplementos e remédios para isso. Diversos nutrientes ajudam a otimizar a atividade cerebral – e eles podem ser encontrados facilmente em um supermercado.

+ O que aconteceria com nosso corpo e cérebro se bebêssemos apenas refrigerante?

+ Salada de pacote aumenta a proliferação de salmonela, revela pesquisa

A nutricionista londrina Cassandra Barns revelou ao Daily Mail seis comidas que ajudam a melhorar a concentração, memória e atividade cerebral em geral. Confira:

Salmão

Salmon

Peixes oleosos, como o salmão, são ricos em DHA, um ácido de ômega-3. Essa substância está fortemente presente na matéria cinzenta do cérebro, o que prova sua importância para a saúde e funcionamento do órgão. Pesquisadores suíços sugerem que o DHA em grandes quantidades ajuda no aprendizado e na memória.

Esse alimento também é rico em vitamina B, incluindo a B12, que é vital para os neurônios e células cerebrais saudáveis. Além disso, o salmão tem altos níveis de proteínas, o que gera matéria-prima para produzir neurotransmissores e outras substâncias químicas.

Semente de abóbora

Pumkin seeds inside of wooden spoon

Essas sementes são muito nutritivas e uma das melhores fontes naturais de zinco. Esse nutriente é muito importante para a função cognitiva, que é nossa habilidade de pensar, aprender e raciocinar. As sementes de abóbora também são ricas em magnésio, que ajuda na comunicação entre as células nervosas, incluindo cérebro, ácidos graxos e proteínas.

Ovo

fried egg

Ovos são ótimos por diversas razões. Além de serem uma fonte de vitamina B e ferro, o que beneficia o sistema nervoso e a função cognitiva, a gema é rica em colina, um nutriente necessário para conduzir com eficácia as informações de fibras nervosas, incluindo as do cérebro. Colina também é usada para produzir um neurotransmissor vital para o aprendizado e a memória.

Alga marinha

Seaweed Salad

A alga é conhecida por conter muitos minerais benéficos para a saúde – o iodo em particular. Assim como o magnésio, o iodo tem um papel importante no funcionamento do sistema nervoso e do cérebro, além de auxiliar na função cognitiva. Como pode ser difícil obter a quantidade suficiente desse nutriente em uma dieta comum, as algas podem ajudar a impulsionar sua atividade cerebral.

Chocolate amargo

Various chocolate

Ouvir que chocolate é bom para a saúde é sempre bom, não é mesmo? Isso acontece porque, primeiramente, o cacau é rico em flavonóis. Essa substância é conhecida por ter um poderoso efeito antioxidante, inclusive para o cérebro. Ele também é fonte de magnésio, ferro e zinco, ótimos para a saúde do sistema nervoso. “Evite chocolates com altas taxas de açúcar, pois eles podem prejudicar mais do que ajudar”, alerta a especialista. Por isso, o ideal é consumir chocolate amargo, preferencialmente com 70% de cacau.

Mirtilo

Bilberry on a plate

Pesquisadores sugerem que comer mirtilo pode ser muito importante para a saúde do cérebro, principalmente para os idosos. Estudos realizados pelo Brigham and Women’s Hospital, em Londres, indicaram que o consumo desses frutos pode atrasar o envelhecimento do cérebro em até três anos.

Isso se deve, especialmente, à quantidade de polifenóis presente no fruto.  Especialistas acreditam que a substância ajuda na proteção contra o estresse oxidativo e inflamações, que podem contribuir para a deterioração do cérebro.

Fotos: Getty Images